Projetos (2021/2022) | PPGCIC – Programa de Pós-graduação em Comunicação e Indústria Criativa

Projetos (2021/2022)

 

Título: Pampa Tattoo

  • Discente: Bianca Obregon do Nascimento
  • Docente (orientadora): Profa. Dra. Alciane Baccin

Resumo: O projeto consiste na criação de uma websérie documental que aborda questões relacionadas à tatuagem enquanto área profissional e artística em expansão. O recorte geográfico da produção são quatro cidades da fronteira oeste do Rio Grande do Sul: Alegrete, Uruguaiana, São Borja e Santana do Livramento. O Pampa Tattoo possui como objetivo explorar as possibilidades da produção audiovisual jornalística através de dispositivos móveis. Além disso, possui como característica de inovação o aprofundamento nas temáticas que abordam a tatuagem enquanto ramo profissional, entendendo essa prática como uma produção artística que pode ser considerada um texto, uma forma de identificação e expressão dos indivíduos e uma área profissional com importantes contribuições econômicas.

  • Palavras-chave: audiovisual, tatuagem, jornalismo móvel
  • Link: Instagram

 

Título: “Desgarrados – quatro décadas da canção” webdocumentário polifônico e transmidiático para plataformas digitais

  • Discente: Matheus Bernardes Paim Lalis
  • Docente (orientadora): Profa. Dra. Luciana Menezes Carvalho

Resumo: “Desgarrados – quatro décadas da canção” é um webdocumentário polifônico e transmidiático alusivo aos 40 anos do lançamento da canção ’Desgarrados’, de Sérgio Napp e Mário Barbará que busca, por meio da polifonia (uso de diversas falas, de diferentes pessoas, diferentes fontes na construção da narrativa) e da transmidialidade (trazer o mesmo tema contado em múltiplas plataformas com conteúdo distintos, aliando o Youtube ao Instagram) contribuir para a produção de memória não apenas da canção e do músico relacionados ao estudo/produção, como também à sua apropriação e (re)significação por parte da comunidade bem como valorizar o segmento artístico-cultural gaúcho pelo do resgate sobre uma obra e um artista vislumbrando o papel e a contribuição dessa canção no âmbito criativo.

  • Palavras-chave: Desgarrados; Nativismo; Indústria Criativa; Webdocumentário;
  • Links: Instagram, Youtube 

 

Título: OPA! Protótipo de aplicativo de agregador de notícias locais

  • Discente: Gabrielli Leiria Padilha
  • Docente (orientadora):  Profa. Dra. Vivian Belochio

Resumo: O projeto trata-se do desenvolvimento de um protótipo de aplicativo agregador de notícias locativo. O aplicativo se define enquanto locativo por utilizar ferramentas de tecnologia como “geofencing” para delimitar e definir sua atuação em uma determinada área. A ideia foi estruturada após pesquisas e levantamentos sobre o consumo de informações por parte da população na região da Fronteira Oeste -RS. A pesquisa apontou números expressivos de relatos, por parte da população, referente a dificuldade de acesso e compreensão de notícias de interesse público. Além, do interesse da utilização de aplicativos móveis nativos para consultar sites oficiais de comunicação pública local. O foco do protótipo é oferecer dentro da plataforma a facilidade de acesso e incentivar o consumo de informações que são relevantes para o acesso à informação e o exercício da sua cidadania.  As notícias são disponibilizadas nas sessões da cidade, através da agregação e reprodução de notícias dos portais oficiais de comunicação pública das cidades. O intuito é promover que a população se interesse e explore os canais oficiais de comunicação pública como fonte de informação. O aplicativo inicia com abrangência nas cidades de Manoel Viana e São Borja – RS.

  • Palavras-chave: (três a quatro palavras-chave): aplicativo agregador; mídias locativas; jornalismo móvel; comunicação.
  • Link: Facebook

 

Título: Autorais & Diversos 

  • Discente: Rodrigo Weber Klahr
  • Docente (orientador): Prof. Dr.Joel Felipe Guindani

Resumo: Autorais & Diversos é um webdocumentário que dialoga a respeito da música autoral feita em Ijuí. Um produto audiovisual que nasceu a partir da identificação da diversidade de autores e gêneros musicais existentes no contexto local. Foram mapeados oito estilos musicais distintos que resultam em episódios sobre os gêneros rock, pop, rap, bandinha, sertanejo, música gaúcha, eletrônica e cristã. Neste sentido, busca-se entender a dimensão do artista local, valorizar seu trabalho e ser uma ferramenta que proporcione a troca de conhecimento entre eles, trazendo histórias, curiosidades, desafios e possibilidades da música local. Também é o resultado de um objetivo tangente, produzir um filme que ajude a compreender os movimentos da indústria criativa, tanto da produção audiovisual, resultante nesse PD&I, como da produção da música autoral local.

 

Título: Boas práticas para comunicação em redes sociais: feiras multissetoriais como protagonistas de sua comunicação

  • Discente: Katiele Cristiane Zingler
  • Docente (orientadora): Profa. Dra. Renata Patrícia Correa Coutinho

Resumo: O projeto propõe o trabalho da comunicação em redes sociais, vista como fator fundamental na divulgação de eventos. Deste modo, houve o planejamento e execução da criação de um material sobre as boas práticas para a manutenção das redes sociais, Facebook e Instagram, de feiras regionais, no formato de cartilha, bem como a criação de um perfil em cada uma destas redes sociais destinados ao projeto, visando ser uma, dentre outras formas, de divulgação da cartilha. Os materiais foram nomeados como Feiras On-line, fazendo uma alusão à própria proposta. Realizamos também o envio dos materiais à associação utilizada em nossa fase diagnóstica, solicitando seu feedback, bem como produzimos um mailing com contatos dos meios de comunicação (rádios, jornais, revistas e blogs) e prefeituras de todos os municípios com feiras associadas a esta instituição e de outras cidades da região. Após, encaminhamos a esta lista, de 57 destinatários, o release do projeto.

 

Título: ECOSSISTEMA DIGITAL PARA A INDÚSTRIA DA MÚSICA 

  • Discente: Adrienne Pinheiro Reyes 
  • Docente (orientador): Prof. Dr. Gabriel Sausen Feil 

Resumo: A indústria da música é complexa e competitiva. Lançar um material musical nas plataformas de streaming é apenas uma pequena parcela de todo o trabalho que artistas e bandas precisam executar para atuar neste mercado – um esforço que, sozinho, não garante a sustentabilidade dos e das profissionais no setor. Propondo que a visualização da cadeia produtiva da música em sua amplitude possa auxiliar artistas e bandas (mas não só) na criação de estratégias e tomada de decisão sobre sua atuação no setor, o Ecossistema Digital da Indústria da Música é uma interface digital que apresenta, de forma atualizada, detalhada, não-linear e interligada, as atividades e agentes que compõem esta cadeia. O Ecossistema enquanto produto comunicacional visa gerar, como efeito primário, impacto no âmbito educacional ao convidar profissionais do setor a adquirirem conhecimento sobre a indústria, para que nela se integrem. Como efeito secundário desejável, busca-se o efeito máquina de guerra, ou a geração de “fissuras” na indústria da música. Estas fissuras podem ser interpretadas como novas apropriações que os usuários poderão fazer do conhecimento, no curto, médio ou longo prazos. Com o objetivo de potencializar o acontecimento deste efeito, o desenho da interface foi inspirado em conceitos trabalhados no Tratado de Nomadologia, de Deleuze-Guattari, como rizoma, a configuração dos peões do jogo Go, o trajeto nômade, a fissura, e outros. 

  • Palavras-chave: Máquina de guerra; indústria da música; interface digital. 
  • Links: Ecossistema Digital

 

Título: Revista SB Sala de Aula

  • Discente: Priscila Bicca Urach
  • Docente: Profa. Dra. Alciane Nolibos Baccin

Resumo: Somos a revista digital SB sala de aula, um web site educativo e criativo que reune conteúdos sobre os principais fatos históricos, políticos e culturais de São Borja – RS, dedicado aos alunos do 4º e 5º ano das escolas municipais de forma a informá-los sobre os principais acontecimentos, dados e curiosidades sobre o município ao longo de sua existência. O foco da publicação foi o uso como material didático, acessado nas próprias escolas como sugestão para seu aproveitamento mais aprofundado de dinâmicas pedagógicas. Nossa proposta foi ancorada na linha de pesquisa Comunicação Para indústria criativa: arte, produção arte visual e convergência de mídias, ou seja, a comunicação é auxiliar a outra área do conhecimento. No que tange nosso objeto, a Revista SB Sala de Aula serve como um produto auxiliar comunicacional para as crianças.

  • Palavras-chave: Criança; Educação; Comunicação; Revista virtual.
  • Link: Revista

 

Título: THEATRUM – Mapeamento dos Festivais de Teatro do Interior do RS

  • Discente: Douglas Barbosa Pinto de Moura
  • Docente (orientadora): Profª Dra Juliana Salbego

Resumo: Somos e surgimos como um meio de propagação e percepção da realidade da arte do teatro no interior do estado do Rio Grande do Sul, assim nos constituímos como THEATRUM, o Mapeamento dos Festivais de Teatro do Interior do RS. Este projeto de desenvolvimento e Inovação (PD&I) tem por objetivo ser um meio de propagabilidade da realidade da arte do teatro. Se ocupa, mais especificamente, das regiões Missões, Fronteira Oeste e Centro do Estado, através dos festivais de teatro: Festival Internacional de Teatro – Cidade dos Anjos – Santo Ângelo; Festival de Teatro Santiago Encena – Santiago; Festival Internacional de Teatro – Rosário em Cena – Rosário do Sul; e Festival Internacional de Teatro Uruguaianense – Cena Livre – Uruguaiana.
Estamos hospedados em site próprio e perfil em rede social.
 

  • Palavras-chave: Teatro; Festivais de Teatro; Patrimônio Imaterial; Indústria Criativa
  • Links:  Mapeamento, Instagram

 

Título: LEITURAS DAQUI: Marketing para autores nacionais e produtores de conteúdo literário

  • Discente: Laura Coelho de Almeida
  • Docente (orientador): Prof. Dr. Rafael Foletto

Resumo: Somos um produto de Comunicação para a Indústria Criativa que surgiu através do projeto de Pesquisa, desenvolvimento e inovação – PD&I, a partir de uma possibilidade de inovação no campo do mercado editorial de autores independentes nacionais. O objetivo deste PD&I era elaborar um guia de marketing para autores nacionais e produtores de conteúdo literário. Muitos autores, principalmente os independentes, nem sempre possuem conhecimentos em Marketing. Essa falta de entendimento da dinâmica do mercado e dos públicos prejudica a visibilidade e as vendas almejadas. Assim, o nosso desafio é: como ajudar os autores nacionais independentes a se destacar no mercado literário com técnicas da indústria criativa e comunicação a partir da comunicação digital?

  • Palavras-chave: indústria criativa, marketing, mercado editorial, comunicação
  • Link: E-book

 

Título: ITAOCARA: Modos Urbanos

  • Discente: Alice Disconsi Carvalho
  • Docente (orientadora): Profa. Dra. Marcela Guimarães e Silva

Resumo: Somos a Itaocara, que significa praça/espaço público em Tupi-guarani. Tratamo-nos de uma cartografia do potencial histórico/antropológico da região Missioneira do estado do Rio Grande do Sul, a fim de produzir um conjunto de mobiliário urbano adequado e eficiente que identifique o seu uso e também a sua localização geográfica e cultural com a intenção de produzir uma maquete eletrônica e física. A região é rica em história e também em extensão, fazem parte da rota missões 26 cidades. Para análise de dados foram relacionadas seis cidades dentro da região das Missões. Como referência geográfica, elencou-se as cidades às quais confronta-se diretamente à BR 285. As cidades são: São Borja, Santo Antônio das Missões, São Luiz Gonzaga, Entre-Ijuís, Santo Ângelo e São Miguel das Missões.

    • Palavras-chave: mobiliário urbano, patrimônio, comunicação
    • Link: Drive

 

Título: Nox – Laboratório para criação de produtos e serviços em comunicação e marketing digital para empreendimentos socioambientais

  • Discente: Marina Beatriz Freitag
  • Docente (orientador): Prof. Dr. Rafael Foletto

Resumo: O Nox é um serviço criado a partir das disciplinas de PD&I do Mestrado Profissional do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Indústria Criativa da Unipampa. O serviço é definido como um espaço virtual de desenvolvimento de ações em comunicação e marketing digital para potencializar pequenos empreendedores e empreendimentos socioambientais. A operação do Nox é feita de forma remota (online) e coletiva, com colaboradores parceiros e clientes. Seu funcionamento varia segundo os projetos disponíveis em cada período, sempre relacionados à criação de produtos e serviços que atendam o recorte do público-alvo, os empreendimentos socioambientais. Os projetos do Nox envolvem principalmente a criação de conteúdo para a web e as áreas devidamente envolvidas, como marketing digital, design gráfico, produção audiovisual e mais. Como ação de lançamento do Nox, foi desenvolvida a Mentoria em Comunicação e Marketing Digital para Empreendimentos Socioambientais, que recebeu três clientes no decorrer do seu primeiro ciclo. O processo da mentoria foi adotado como meio de aplicação da metodologia selecionada para o constante aperfeiçoamento do serviço. 

 

Título: Coo/Arte Guia de Comunicação para Profissionais do Artesanato do Projeto Esperança/Cooesperança

  • Discente: Camila Klein Severo
  • Docente (orientadora): Profa. Dra. Juliana Salbego

 Resumo: Com a pandemia, as redes sociais confirmaram um caráter comercial e operaram como espaço de divulgação de produtos e serviços, comercialização e geração de renda. Apesar de serem sistemas de baixa complexidade e desenvolvidos para o manuseio de forma intuitiva, as constantes atualizações e grandes ofertas de aplicativos dificultam o uso até mesmo das ferramentas básicas. Nesse cenário, buscamos desenvolver um produto de comunicação para auxiliar na capacitação para o uso de redes sociais, para fortalecer a comunicação da indústria criativa do artesanato com seus públicos e, possivelmente, gerar renda. O público alvo deste trabalho são os profissionais do artesanato do Projeto Esperança/CooEsperança de Santa Maria RS. Parte do Banco da Esperança da Cáritas Regional da Arquidiocese de Santa Maria, a iniciativa segue os princípios da economia solidária onde a cooperação e a participação igualitária são vitais. Com o Coo/Arte Guia de Comunicação para as Redes Sociais buscamos disponibilizar para os profissionais da área do artesanato do Projeto Esperança/CooEsperança informação para que possam utilizar as redes sociais de forma mais ágil e eficiente. O guia de comunicação foi desenvolvido na forma de passo a passo, em PDF, para o uso de forma móbile com dimensões compatíveis para smartphones. O material é dividido em 5 capítulos. Os dois primeiros tratam sobre a rede social Facebook, onde mostramos como criar um perfil e os passos para ter uma página para os empreendimentos sociais. No terceiro capítulo, demonstramos como criar uma conta na rede social Instagram e como transformá-la em conta profissional. Como fazer o gerenciamento de forma integrada das contas do Facebook Instagram são apresentados na quarta parte, “Como usar o Business Suite”. Consideramos este capítulo o mais importante visto a possibilidade de trabalho na rede de forma dinâmica e simplificada. Na quinta parte, disponibilizamos um dicionário com os termos mais utilizados no ambiente digital.

  • Palavras-chave: artesanato; redes sociais; guia de comunicação; Projeto Esperança/CooEsperança
  • Links:  Guia