Grupos de pesquisa

 

O grupo propõe investigar, sob uma visão interdisciplinar, conceitos, práticas, produtos e processos comunicacionais concernentes às atividades criativas e culturais, tendo como perspectiva a economia, a política, a gestão, e as tecnologias, reconhecendo a comunicação como um processo criativo, ou seja a comunicação como uma indústria criativa; e também a partir dos arranjos  organizacionais, a comunicação enquanto estratégia, técnicas e instrumentos para a indústria criativa.

Objetivos:

  • Compreender a partir do encontro de diferentes áreas do conhecimento, tais como a administração, antropologia, comunicação, economia, linguagem, política, sociologia, etc., os processos e os produtos gerados por atores, agentes e instituições no campo criativo e cultural.
  • Analisar o conjunto de atividades constituintes da indústria criativa, considerando seus diversos campos de investigação, ou seja, a publicidade, o audiovisual, a música, o conteúdo digital, o rádio, o cinema, o artesanato, etc..
  • Investigar como essas atividades podem modificar e transformar as formas de pensar, executar, distribuir e gerenciar os processos que têm como base o conteúdo criativo, incidindo diretamente nas áreas do jornalismo, da publicidade e propaganda e das relações públicas.

Linhas de pesquisa:

  1. Inovação, Organização e Comunicação nas Indústrias Criativas: visa investigar a concepção, a constituição e a organização de produtos e processos comunicacionais e culturais para e da indústria criativa, considerando a sua interface com o sistema político,  econômico e de gestão. Além de propor e compreender as práticas dos diferentes agentes e instituições da área da comunicação e da cultura no desenvolvimento de inovações tecnológicas e sociais nos diferentes campos da indústria criativa através da inovação em produtos e processo e de redes de colaboração.
  2. Processos criativos na/da indústria da comunicação: abriga estudos analítico-descritivos que estabelecem  como foco os processos e os produtos desenvolvidos na/pela indústria da comunicação. Com o objetivo de compreender a constituição deste importante setor da indústria criativa, os trabalhos realizados sob essa orientação buscam identificar as práticas profissionais executadas neste campo de atuação e, as ações estratégicas implementadas em um cenário predominantemente habitado por conteúdos multiplataforma concebidos pela fusão de múltiplas linguagens.
  3. Produções audiovisuais, memória, identidades e cidadania: busca compreender as produções audiovisuais, as características sócio-técnicas que as constituem produtos e produtoras de memória, identidades e cidadania, na interface com as atividades criativas e culturais. Pesquisar as tecnologias audiovisuais em perspectiva antropológica e sociológica, evidenciando a dimensão estética, bem como produtora de sentidos, características destas tecnologias.  Desenvolver investigações teórico-metodológicas com foco em sujeitos, comunidades, instituições públicas e privadas, movimentos sociais e coletivos protagonistas de atividades criativas e culturais.

EndereçoGPAC

Contatos:

 

O grupo busca estudar e produzir sobre e a partir de Textos, estes entendidos como tudo aquilo que pode vir a produzir sentido, seja verbal ou não, escrito, imaginado ou musicado, vindo de uma obra comunicacional, acadêmico-científica, artístico-literária ou do senso comum, relacionado a esta ou aquela área ou setor. Focar os estudos naquilo que instiga a variação dos sentidos ou na própria variação. Pensar sobre e com o ainda não pensado.

Linhas de Pesquisa:

  1. Experimentações filosóficas em comunicação-educação-literatura
  2. Fluxos Textos transmidiáticos
  3. Sentidos e o Infinito
  4. Sociologia do cotidiano, rock roll, racionalização e democracia

Endereço: t3xto

Contato:

 

O Grupo de Pesquisas Jornalismo em Redes e Convergência existe desde 2013, com certificação do CNPq. Tem como proposta central o desenvolvimento de pesquisas voltadas às características do jornalismo em redes digitais, com foco na distribuição multiplataforma no cenário da cultura da convergência. O GP é liderado pela professora Vivian Belochio (Jornalismo/PPGCIC) e tem como integrantes as docentes Alciane Baccin (Jornalismo/PPGCIC ), Roberta Roos Thier (Publicidade e Propaganda/Jornalismo) e Eloisa Joseane Klein (Jornalismo).

Linha das pesquisa:

  • Comunicação multiplataforma como indústria criativa ressignificada;
  • Comunicação em redes digitais;
  • Convergência jornalística;
  • Inovações no jornalismo e jornalismo audiovisual digital, com foco no webtelejornalismo;

Contatos: