Arquivo da categoria: Sem categoria

II Semana da Consciência Negra

Diversas atividades em torno da temática “Memórias, resistência e luta em tempos de retrocessos” compõem a II Semana da Consciência Negra, que tem como locus central o espaço de resistência em Bagé “Sociedade Recreativa e Cultural Os Zíngaros. As atividades são gratuitas e adensam-se às movimentações nacionais que retomam a data da morte do líder Zumbi dos Palmares através de reflexões, debates, proposições artísticas/culturais sobre populações afro-brasileiras e construções de negritude no Brasil. O Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas Oliveira Silveira (NEABI/Campus Bagé/UNIPAMPA), o Centro de Estudos e Cultura Afro-brasileiro Kilombo (Ceafro Kilombo) e a Pastoral Afro são os apoiadores. O protagonismo na organização é do movimento social negro Enegrece e da S.R.C. Os Zíngaros.

Confira a programação:

Docente do Curso de Licenciatura em Música ministra palestra na Universidade de Aveiro

A professora do Curso de Licenciatura em Música Adriana Bozzetto, atualmente afastada para realização de pós-doutorado na Faculdade de Educação da USP, ministrará palestra na Universidade de Aveiro (Portugal) sobre práticas artísticas e inclusão social. A palestra faz parte de suas atividades científicas durante o mês de novembro, o que inclui trabalho de arquivo intensivo na Université Lyon 2 (França). Abaixo, a divulgação do evento:

Falando sobre:
Práticas Artísticas e Inclusão Social

23 de Novembro de 2018 | 16:30 – 18:00
Anfiteatro João Branco | DeCA
Universidade de Aveiro

Projeto “Física na Música e Acústica”

O projeto “Física na Música e Acústica” está aceitando inscrições até 06 de setembro de 2018 para participar do projeto. Os encontros são as sextas-feiras das 18:50 as 22:40 na sala 1207.

A inscrição pode ser realizada no dia do encontro (31/08/2018) ou via e-mail (edson.kakuno@gmail.com) até a data limite acima.

Observação: O projeto já iniciou em 2018-1 e continuará até o final de 2018-2. Será realizado um nivelamento aos novos participantes.

Nota de falecimento

É com pesar que o Curso de Licenciatura em Música noticia o falecimento do músico pianista Ivonléo Monteiro. Ivonléo Monteiro atuou profissionalmente no campo da música durante mais de 50 anos, deixando em sua trajetória as marcas de gerações de cantores por ele acompanhados. Agradecimentos do Curso de Música pelo seu exemplo de vida, especialmente como músico, salientando que as lembranças do pianista seguirão ressoando no cotidiano musical da cidade de Bagé. Desejamos que a família tenha conforto e que os ensinamentos de Ivonléo durem em nossas memórias.
Além de homenageado constantemente na cidade, o músico foi entrevistado no projeto Memória do Ensino de Música em Bagé e fez parte da pesquisa etnográfica desenvolvida durante o TCC da já licenciada Niandra Lacerda.
Ivonléo Monteiro no “Memórias do Ensino de Música em Bagé”:

https://www.youtube.com/watch?v=ARc40GqM_nI

Trabalho de Conclusão de Curso “Noite de serestas e músicas inesquecíveis”: uma etnografia sobre música e memória em Bagé/RS:

http://dspace.unipampa.edu.br:8080/handle/riu/720

No dia 14 de dezembro de 2017, a turma de Prática Instrumental VIII: flauta doce realizou um pequeno recital para a inauguração das flautas doces que chegaram ao Curso de Música – Licenciatura no saguão principal de entrada do Campus Bagé. A turma, formada por Rayssa Fernandes Viegas e Ivan Vargas interpretou músicas que faziam parte do repertório de estudo ao longo do semestre, como os Cataventos I e VII, de Fernando Mattos. Além dessas músicas, também tocou uma composição da própria Rayssa para o trio de flautas, The Fun Flute, e o tema do jogo Mario Bros. Para finalizar, interpretou diversas canções natalinas acompanhados pelo colega Rafael Gonçalves Oliveira da Silva ao violão.
As flautas doces inauguradas são as primeiras flautas doces adquiridas para o curso e chegaram nos dias 11 e 12 de dezembro de 2017, depois de um longo período de esforços da professora Elaine Martha Daenecke, da Coordenação do Curso de Música e da Coordenação Administrativa do Campus para conseguir verba necessária para a compra desses materiais. No total, chegaram 3 flautas doces sopraninos, 10 flauta doces sopranos, 5 flautas doces tenores e 3 flautas doces baixos.