Primeiro dia de Campo da Enologia em 2017.

Ocorreu no dia 08 de fevereiro de 2017 nas dependências da UNIPAMPA, Campus Dom Pedrito, o 1º Dia de Campo da Enologia em 2017. Neste evento, foi apresentado pela EMBRAPA Uva e Vinho de Bento Gonçalves e pela empresa Monofrio o equipamento denominado Suquificador a produtores rurais, alunos e servidores da Universidade. O evento teve como objetivo difundir uma nova tecnologia para produção de sucos integrais, esta indicada para pequenos produtores e que atende a legislação que regula a produção destes tipos de sucos. As atividades iniciaram com a explanação do Pró-reitor Adjunto da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (PROEXT), Prof. Rafael Lucyk Maurer, que falou sobre a importância de eventos que envolvam a comunidade e do compromisso da PROEXT em ser parceira destas atividades.  Na sequência o Sr. João Carlos Taffarel, supervisor do setor de prospecção gestão e avaliação de tecnologias da Embrapa Uva e Vinho e o Sr. Hygino Bitarello, diretor da empresa Monofrio, abordaram questões técnicas, econômicas e financeiras do equipamento aos participantes.

Foto 1: Explanação do Prof. Rafael Maurer.

Foto 2: Apresentação do Suquificador

Na segunda parte da atividade, esta realizada na vinícola experimental da UNIPAMPA, foram elaborados, com auxílio dos acadêmicos do curso de Enologia, um suco integral e uma termovinificação, tendo a finalidade de demonstrar aos participantes as funcionalidades e as características operacionais do equipamento. Este evento, que foi iniciativa da Coordenação do Curso de Enologia, contou com a participação de aproximadamente 40 pessoas e recebeu o apoio da PROEXT.

 

Foto 3: Desengace das uvas.

Foto 4: Preparo do suco

Foto 5: Envase dos suco

Foto 6: Termovinificação.

Para maiores informações sobre o Suquificador é só acessar o link abaixo.

https://www.embrapa.br/web/mobile/publicacoes/-/publicacao/1041084/sistema-para-elaboracao-de-suco-de-uva-integral-em-pequenos-volumes-suquificador-integral

ABERTURA DO PERÍODO DE DEFESAS DE TCC.

Prezad@s

Estamos iniciando mais um período destinado a defesas de TCC no curso de Enologia. Desta forma, apresentamos a PRÉVIA dos trabalhos a serem apresentados.

Dia 20.11 já teremos as primeiras bancas. Lembramos que todas as defesas podem ser acompanhadas por quem tiverem interesse, assim fica o convite a todos.

Caso alguém identifique alguma coisa que necessite mudança, favor avisar o Prof. Fernando.

5º Jantar de Hamonização

Unipampa realizará a 5ª edição do Jantar de harmonização, em parceria com o restaurante Cumbuca e com a associação de produtores rurais de Dom Pedrito, através do projeto Conhecendo o Vinho, coordenado pela Prof. Renata Zocche, será realizado no dia 22 de outubro no restaurante Cumbuca.

 

jantar 1 asdfasdfasdfa

Fotos do primeiro jantar de Harmonização (2011)

primeira segunda

Convite do segundo jantar de Harmonização (2012)

jantar 2jantar_unipampa3

Fotos do segundo jantar de Harmonização (2012)

terceiroterceiro

Foto do Terceiro jantar de Harmonização (2013)

jantar 4quarto jantar

Fotos do quarto jantar de Harmonização (2014)

 

XV Congresso Latino-Americano de Viticultura e Enologia

O XV Congresso Latino-Americano de Viticultura e Enologia, será realizado juntamente com o XIII Congresso Brasileiro de Viticultura e Enologia de 3 a 7 de novembro de 2015, em Bento Gonçalves – RS. Serão apresentados trabalhos nas áreas de Viticultura, Enologia e Economia Vitícola. Foram submetidos 370 trabalhos para o congresso.

Os trabalhos ainda estão sendo corrigidos e os resultados estão sendo divulgado parcialmente, o curso de Enologia já tem diversos trabalhos aprovados em diferentes áreas da viticultura e da enologia.

 

Site do Evento:

http://www.clavecongres.com/

37º Congresso Mudial da Vinha e do Vinho em Mendoza conta com participação de Comitiva brasileira

A comitiva brasileira, com mais de cem pessoas, foi a mais expressiva entre os grupos que formaram o público de 1,2 mil pessoas no 37º Congresso Mundial da Vinha e do Vinho, público recorde na história do evento, que ocorre anualmente. Além de participar do congresso – encontro voltado a pesquisas – o Brasil foi representado também na 12ª Assembleia Geral da Organização Mundial da Vinha e do Vinho (OIV), que define diretrizes para o setor. Os dois eventos foram realizados em Mendoza, na Argentina, entre os dias 10 e 14 de novembro.
Para o presidente do Sindicato da Indústria do Vinho do Rio Grande do Sul (Sindivinho), Gilmar Pedrucci, a divulgação dos números do mercado mundial tem uma importância fundamental para o planejamento de ações. “De cada cinco garrafas de vinhos tranquilos e espumantes consumidas no mundo duas são importadas, então existe um comércio global bastante aquecido. Isso é um bom sinal para a indústria brasileira, que pode buscar novos mercados”, afirma, considerando-se que o consumo de espumante brasileiro cresceu 40% nos últimos 10 anos. Nos últimos anos, a Europa reduziu seus vinhedos em 400 mil hectares, em função do excesso de produção. O estudo divulgado pela OIV destaca ainda que, em 2013, o famoso espumante da região de Champagne, na França, cresceu apenas 3%, enquanto, no mesmo período, o produto brasileiro teve incremento de 7%.

Fonte: http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,720267,Congresso_da_OIV_aponta_caminho_promissor_para_vitivinicultura_brasileira,720267,6.htm

 

DSC06647 DSC06659 DSC06671 DSC06677 DSC06678 IMG_20141111_100232

Mais próxima a Indicação de Procedência para os Vinhos Finos da Campanha Gaúcha

O trabalho da tarde de Quinta-Feira (07/05), que foi realizado até por volta das 17h30, teve como mote central as questões centradas nos Desenvolvimentos Tecnológicos para a Vitivinicultura da Campanha, iniciando com o doutor em Desenvolvimento Rural e coordenador da Recivitis (Rede de Centros de Inovação em Vitivinicultura), José Fernando da Silva Protas. Ele atualizou as informações em relações às questões de pesquisa em âmbito nacional, bem como sobre os recursos utilizados e explanou sobre a situação de dificuldades financeiras que levaram o Ministério da Ciência e Tecnologia a não destinar, pelo menos até agora, recursos para vários projetos que estão listados. Protas também mencionou o Comitê de Fruticultura da Metade Sul, assim como fez um breve histórico dos seminários promovidos em parceria com o comitê e os desdobramentos registrados ao longo dos anos.
A seguir, palestrantes começaram a realizar suas explanações, iniciando pela doutora Maria Emília Borges Alves, da Embrapa, que apresentou uma análise a respeito do clima de Sant’Ana do Livramento e região, enfocando os dados disponíveis para isso. Na sequência, o pesquisador Hamilton Justino Vieira, da Epagri de Santa Catarina apresentou a plataforma de monitoramento climático Agroconect, que desde janeiro deste ano está disponível para todos produtores e cidadãos dos três estados do Sul.
O evento teve continuidade com uma série de mini palestras que enfocaram todos os elementos pertinentes a solo, cultivos, cultivares, implantação de pomares, entre vários outros aspectos de pesquisa e as conclusões – totais e parciais – dos estudos desenvolvidos até agora, os quais servem como elementos embasadores para o projeto IP Campanha.

FOTO 2 FOTO 3

 

 

Fonte: http://www.aplateia.com.br/VisualizarNoticia/9628/mais-proxima-a-indicacao-de-procedencia-para-os-vinhos-finos-da-campanha-gaucha.aspx

Unipampa apresenta estudos em Vitivinicultura e Enologia na Alemanha

terceira

O 38º Congresso Mundial da Vinha e do Vinho realizado na cidade alemã de Mainz, de 5 a 10 de julho, contou com pesquisadores de diversos países. A Universidade Federal do Pampa (Unipampa) esteve presente no evento que debateu temas sobre o cultivo de espécies de uvas viníferas, técnicas de manejo e organização de vinhedos, processos de fabricação diferentes de vinho e métodos para análise de qualidade das bebidas, além de estudos sobre o consumo e aspectos comerciais e legais no ramo da vitivinicultura. Com 11 pôsteres e duas apresentações orais, os cientistas da Unipampa expõem as investigações nos temas da viticultura e da enologia que estão em andamento no Campus Dom Pedrito, a cargo de estudantes e professores do curso de Bacharelado em Enologia. O professor Juan Saavedra del Aguila explica que a participação da Unipampa no evento foi composta ainda pelo professor Marcos Gabbardo e a formanda do Curso de Bacharelado em Enologia, Esther Theisen Gabbardo, que é enóloga na Vinícola Guatambu. Segundo o professor Juan, os pesquisadores da Unipampa foram responsáveis por 25% das apresentações orais de cientistas do Brasil no Congresso. As pesquisas apresentadas pelos professores nas sessões de exposição oral abordaram questões como a avaliação da aplicação de taninos na percepção sensorial de vinhos feitos a partir da uva Merlot, exposta na apresentação do professor Gabbardo na sessão de Enologia, e os testes com diferentes compostos químicos para melhorar a brotação da variedade Cabernet Sauvignon, na apresentação conduzida pelo professor Juan del Aguila dentro da sessão de Viticultura. Já os pôsteres apresentados em Mainz abordaram estudos com um foco amplo sobre questões e potenciais da produção de vinhos na região da Campanha Gaúcha. Os resumos dos trabalhos estão disponíveis no arquivo publicado no site da International Organisation of Vine and Wine, organização intergovernamental que promove o congresso científico.

 

Fonte: http://www.jornalfolhadosul.com.br/noticia/2015/07/13/unipampa-apresenta-estudos-em-vitivinicultura-e-enologia-na-alemanha