PIBID 2011 / Capes

P I B I D – 2 0 1 1

Visite aqui o PORTAL do PIBID-2011

Coordenação Institucional: Prof. Dr. Márcio André Rodrigues Martins

O projeto institucional da UNIPAMPA para o PIBID-2011,  intitulado “Entre  a universidade e a escola: redes que tecem saberes docentes”, propõem a formação de redes inventadas e organizadas pelos saberes docentes na interface DOCÊNCIA-ensino-pesquisa-extensão. O projeto busca incentivar a formação de docentes para a Educação Básica, enquanto um dos objetivos do PIBID, em uma perspectiva investigativa-reflexiva, buscando métodos que contemplem a multiplicidade de vozes e sentidos que constituem o professor que atua na Educação Básica e o acadêmico de Licenciatura, bolsista de iniciação à docência (bolsista ID), que está em sala de aula de graduação.

A partir disto, foi delineada uma proposta de trabalho articulando a DOCÊNCIA, o ensino, a pesquisa e a extensão:

–  na interface com a DOCÊNCIA e o ensino,  visaremos o desenvolvimento de atividades que propiciem uma reflexão e uma socialização dos resultados sobre as contribuições do PIBID na formação dos bolsistas ID e nas articulações que possam ser feitas entre projetos pedagógicos dos cursos de licenciaturas e das escolas de educação básica. Desse modo, repensando a formação universitária uma
vez que  a sala de aula de graduação da licenciatura tenderá a não ser mais a mesma, a partir do momento em que possibilitar o debate e a reflexão entre as teorias em estudo e as experiências vivenciadas nas escolas pelos alunos bolsistas ID. Essa interface ganhará melhores contornos a partir do momento que se intensificarem e se articularem as propostas PRODOCÊNCIA e PIBID2011.

–  na interface com a pesquisa,  operaremos pelo viés investigativo das práticas pedagógicas escolares, no qual investigar constitui-se num modo de aprender e de inventar novas concepções e abordagens pedagógicas. Essa proposta encontra ressonância com PI da UNIPAMPA quando esse propõe que ―o enfoque de pesquisa, interligado à ação pedagógica, deve desenvolver habilidades nos discentes tais
como: a busca de alternativas para a solução de problemas, o estabelecimento de metas, a criação e a aplicação de modelos e a redação e a difusão da pesquisa de  forma a gerar o  conhecimento  científico‖. Na  continuação dessa proposição e, nessa perspectiva de transversalização dos planos, argumenta que ―a construção da relação da pesquisa com o ensino e a extensão possibilita uma leitura contínua e crítica da realidade. (UNIPAMPA, 2009, p. 34)

–  na  interface com a extensão,  experimentaremos o encontro que se produz em um duplo deslocamento, ou seja, dos professores das escolas e suas experiências, para os grupos de estudos (com os bolsistas ID), ao mesmo tempo em que os  bolsistas   inserem-se nas escolas e nas salas de aula para pensar novas propostas em parceria e diálogo a partir de suas experiências/expectativas. Assim, ―o   4
caráter dinâmico e significativo da vivência que se proporciona ao estudante, através das ações de extensão, exige que a própria universidade repense a estrutura curricular existente numa perspectiva da flexibilização curricular‖. (UNIPAMPA, 2009, p. 37) .

Os procedimentos para produção de dados e materiais que subsidiarão as atividades de pesquisa-ensino-extensão inscrevem-se através de: i) constituição dos grupos de bolsistas ID e proposição do conceito de ―professor-pesquisador-reflexivo‖;  ii) construção e exploração de diários de bordo produzidos por bolsistas e supervisores, tanto nos grupos de estudo, como no decorrer da dinâmica de interação/intervenção na sala de aula e na escola; iii) registros digitais em fotografias, vídeos/filmes, sons, dos espaços internos e externos à sala de aula e à escola, no escopo do projeto; iv) arquivos físicos e digitais produzidos pelos bolsistas ID, supervisores e coordenadores (de área e institucional), em ações de planejamento e para apresentações públicas.

Dados do projeto:

 

 

 

 

 

 

 

 

Sub-projeto do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas

O curso de Licenciatura em Ciências Exatas da Unipampa/Campus Caçapava do Sul desenvolve desde maio de 2010 um subprojeto do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) com quinze licenciandos, que atuam  em duas escolas públicas do município sob orientação de três supervisoras, professoras  de turmas de Ensino Fundamental,  um coordenador e duas professoras colaboradoras do campus. Sendo inegável o entusiasmo que os atuais bolsistas ID manifestam em relação a permanecer no curso de licenciatura e seguir  a carreira docente, este subprojeto  foi construido com o objetivo de estender a oportunidade de iniciação à docência a outros alunos do curso.

Questões que são pontos de inovação neste subprojeto em relação às ações  visando a iniciação à docência  realizadas até o momento no PIBID-2009:

1) a  adoção de práticas docentes  investigativas e reflexivas  por meio da escrita discursiva.  A adoção de práticas investigativas e reflexivas constitui um avanço em relação à articulação teoria e prática docente sendo indispensável para a produção de conhecimentos que levem à transformação dessa prática (MENDES, 2007).

2) o uso de tecnologias  virtuais e  digitais para promover processos  criativos de exploração e estudo dos conteúdos escolares. As tecnologias virtuais e digitais, por sua vez, oferecem diversas opções metodológicas para introduzir temas de pesquisa, que podem ser trabalhados presencial e virtualmente pelos alunos, e de organizar a comunicação com eles, tais como aula-pesquisa, videoprodução, a construção cooperativa de textos, listas eletrônicas, fóruns etc. (MORAN, 2007).

3)  o incentivo à adoção de abordagens metodológicas interdisciplinares  na docência.  Como opção epistemológica, uma abordagem interdisciplinar caracteriza-se por estimular professores e estudantes a construir um saber integrado, estabelecendo relações entre os conteúdos estudados nos componentes curriculares ou veiculados por outras fontes de informação, constituindo uma maneira de estudar e entender a realidade necessária para atuar em um mundo interconectado pelas tecnologias virtuais de comunicação e informação.

Para sua concretização este projeto apresenta cinco metas:

A. Formar  e organizar um grupo de  trabalho dentro da perspectiva de formação de professor-pesquisador-reflexivo.

B. Cartografar  o contexto  e o  funcionamento das escolas envolvidas no subprojeto como exercício de aproximação dos bolsistas ID da realidade educacional.

C. Inserir os bolsistas ID nas salas de aula produzindo experiências pedagógicas enriquecedoras tanto para sua formação docente como a dos professores coformadores.

D. Articular a troca de ideias e experiências de iniciação à docência com licenciaturas de outros campi.

E.  Produzir visibilidades reunindo  as produções de bolsistas  ID, professores-supervisores e alunos da Educação Básica, de modo a projetar e valorizar o trabalho de cada um e de todos, e que se situem como avaliação dos percursos e das estratégias  implantadas.

Dados do subprojeto:

Número de bolsistas de iniciação à docência participantes do subprojeto: 15

Número de supervisores participantes do subprojeto: 3

Número de Escolas: 3

Nome e endereço das escolas da rede pública de Educação Básica

Nome: E.E.E.M. Nossa Senhora da Assunção

Endereço: Cel. Coroliano Castro, 1054, CEP 96570-000, Caçapava do Sul. Fone: (55) 3281.1810

Nome: E.E.E.F. Cônego Ortiz

Endereço: Av. Presidente Kennedy, 1884, CEP: 96570-000, Caçapava do Sul. Fone: (55) 3281. 3784

Nome: E.E.E.B.Francisco Brochado da Rocha

Endereço: Rua Ver Daia Gazen 308, CEP 97340-000, São Sepé. Fone: (55) 3233.3194