Apresentação

O Curso de Engenharia de Software foi criado em 09 de julho de 2009 pela Ata da 7ª reunião do Conselho Dirigente da Universidade Federal do Pampa (Unipampa). A Unipampa vislumbrou a oportunidade de investir em uma área de formação ainda nova no Brasil, sendo o Curso o 1º a ser ofertado no Estado e o 6º no País. A motivação foi criar um curso inovador capaz de formar profissionais altamente qualificados e alinhados com o estado da arte e da prática em Engenharia de Software.

O Curso começou a funcionar no primeiro semestre de 2010, tendo a autorização publicada na Portaria nº 1776 de 7 de dezembro de 2011. No segundo semestre de 2014, o curso recebeu a visita in loco da comissão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). O ato de reconhecimento foi publicado na Portaria nº 43 de 22 de janeiro de 2015. Na ocasião do seu reconhecimento, o curso recebeu o Conceito de Curso (CC) 4.

O Curso de Engenharia de Software é um curso de Computação e não de Engenharia.
O termo “engenharia” está relacionado ao significado de criação e evolução de produtos de software de forma sistemática. A área de Engenharia de Software investiga todos os aspectos relacionados à produção de software de qualidade e economicamente viável. Portanto, o Curso não está associado a nenhum órgão de Engenharia ou segue as diretrizes curriculares dos cursos de Engenharia.

O Projeto Pedagógico de Curso (PPC) foi desenvolvido com o intuito de formar profissionais tecnicamente e comportamentalmente diferenciados.  Para tanto, o Curso tem como eixo metodológico a Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), a qual desenvolve as competências e habilidade a partir de problemas reais. Complementarmente, o currículo do Curso está fundamentado nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) para os cursos de graduação em Computação e nos princípios filosóficos e teórico-metodológicos do Projeto Pedagógico Institucional (PPI) da Unipampa.

Assim, ao mesmo tempo que se estabelece uma formação alinhada às necessidades de mercado, pela oferta de conteúdos e práticas que desenvolvam competências, habilidades e atitudes que contribuam ao exercício profissional; há uma proposta de formação acadêmica reflexiva, propositiva e autônoma que deve colaborar com a preparação de um egresso responsável pelo seu processo de aperfeiçoamento contínuo, apto à contribuir ao desenvolvimento dos contextos sociais nos quais se insere.

Objetivos do Curso
  • Formar profissionais qualificados, éticos e aptos a atuar em diferentes atividades da área de Engenharia de Software.
  • Capacitar os discentes a aplicar seus conhecimentos de forma empreendedora e inovadora, contribuindo com o desenvolvimento humano, econômico e social.
  • Propiciar experiências de aprendizado para que os discentes desenvolvam autonomia no que diz respeito a resolução de problemas, trabalho em equipe, tomada de decisões e capacidade de comunicação.
  • Evoluir o estado da arte e o estado da prática em Engenharia de Software por meio da pesquisa teórica e aplicada.
  • Promover a interação e a troca de saberes e experiências entre a comunidade acadêmica e a sociedade por meio da extensão universitária.
Perfil do Egresso
  • Aplicar teorias e práticas de engenharia de software para desenvolver soluções de qualidade de maneira sistemática, controlada e eficaz.
  • Empregar estratégias de gestão de software para planejar, monitorar e controlar custo, tempo e escopo.
  • Trabalhar em equipe, consciente de suas responsabilidades, para resolver problemas de diferentes domínios de forma crítica e criativa.
  • Atuar profissionalmente de forma ética e de acordo com a legislação, compreendendo o impacto direto ou indireto de suas ações sobre as pessoas, as organizações e a sociedade.
  • Ter consciência das questões sociais, políticas e culturais envolvidas no desenvolvimento e no uso das tecnologias, bem como seus efeitos na sociedade e no meio ambiente.
  • Atuar de forma criativa, inovadora e empreendedora, identificando oportunidades de negócio e contribuindo para o desenvolvimento regional.
  • Entender os aspectos econômicos e financeiros associados a produtos, serviços e organizações.
  • Compreender a necessidade de contínua atualização e aprimoramento de suas competências e habilidades.
Campos de Atuação
  • Desenvolvedor em organizações que produzam software para consumo próprio ou para comercialização.
  • Gestor em organizações que produzam software para consumo próprio ou para comercialização.
  • Consultor em organizações com programas de melhoria contínua baseados em modelos de qualidade.
  • Pesquisador em organizações que desenvolvam pesquisas relacionadas à engenharia de software.
  • Empreendedor fornecendo softwares na forma de produtos, de projetos ou de serviços.