“50|50: abrindo portas para a equidade de gênero na Comunicação” é finalista do Salão ARP 2021

Projeto das Universidades Federais UFSM, UFRGS e UNIPAMPA está entre os 5 Projetos do Ano 

Na última terça-feira, dia 16 de novembro, o projeto “50|50: abrindo portas para a equidade de gênero na Comunicação” foi anunciado pela Associação Riograndense de Propaganda (ARP), como finalista do Salão ARP 2021, na categoria “Projeto do Ano”. A categoria destaca trabalhos desenvolvidos entre 2020 e 2021 relevantes em termos de inovação, criatividade, estratégia e resultados. Os projetos foram indicados por grupos e entidades do mercado, bem como sócios e finalistas da última edição.

Juntamente com o 50/50, estão concorrendo os projetos: Destemperados, vivendo a gastronomia em 360º (Grupo RBS); Cais Embarcadero (DCSET Group / Tornak Holding); CREMERS: Monitoramento e Impacto de Opinião (Moove); e, Instituto Cultural Floresta: um sopro de esperança em meio à pandemia (Agência Euro).

De acordo com a professora Juliana Petermann, coordenadora do projeto 50/50, na Universidade Federal de Santa Maria: “É urgente enfrentar a desigualdade de gênero no mercado da comunicação. Ambiente em que apenas 26% das pessoas que trabalham na área da criação publicitária são mulheres. Eu acredito que a mudança começa no ensino. Desde 2017, o projeto 50/50 trabalha com alunas da UFSM. De lá pra cá envolvemos mais duas universidades federais na produção: a Unipampa e a UFRGS. Chegamos em 15 universidades pelo Brasil promovendo eventos com sucesso de público. Muito ainda precisa ser feito, e este reconhecimento nos dá ainda mais impulso para seguir”.

A premiação acontece dia 6 de dezembro, no Cais Embarcadero, em Porto Alegre. Independente do resultado, esse destaque enaltece o trabalho e coroa todos os esforços que as universidades federais vêm desenvolvendo em busca de ambientes mais saudáveis, humanos e com foco na formação profissional de excelência.

Sobre o projeto:

Querer falar algo e não ter coragem. Falar e não ser ouvida. Dar uma ideia e ser desconsiderada. Perceber que temos um caminho mais difícil à frente apenas por sermos mulheres. E perceber também que precisamos de estratégia para seguir em frente, para encurtar caminhos, achar atalhos e abrir as portas dos nossos próprios percursos. Mas estamos fazendo isso juntas. Porque assim somos mais fortes e assim o caminho é também mais leve.

O 50/50 é um projeto de ensino criado na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), pela professora e pesquisadora Juliana Petermann, com o propósito de debater a equidade de gênero na publicidade. Desde 2017, o projeto vem propondo uma série de ações nos âmbitos acadêmico e mercadológico, considerando especialmente a área publicitária, com ênfase na propagação da diversidade no que se refere à representação de gênero, bem como na contribuição para a redução de comportamentos sexistas.

Após quatro anos de atuação, o Projeto abriu mais portas e, agora, conta também, com colaboração da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), com a professora Fernanda Sagrilo Andres e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com as professoras Elisa Piedras e Laura Wottrich, na perspectiva de discutir a equidade de gênero na comunicação de forma ampla e integrada, incorporando além da área da publicidade, as áreas de Relações Públicas e de Jornalismo. Além das quatro professoras, estudantes de graduação e de pós-graduação das três instituições de ensino participam da produção.

Na edição de 2021, de forma remota, o projeto alcançou ainda mais mulheres. Além de profissionais do mercado, estudantes e professoras de 15 instituições de ensino de todo o Brasil, se engajaram na proposta a partir do desenvolvimento de pesquisas científicas, rodas de conversas, cursos, oficinas, consultorias e palestras com profissionais renomadas no campo, como: Dani Arrais, jornalista e diretora de criação e conteúdo da @contente.vc (Mulher e síndrome de impostora); Dani Mattos, Sócia Co-fundadora da Indique Uma Preta (Coletividade, criatividade e mudança social); Ana Cortat, Fundadora da Hybrid Colab, Singularity Alumnus, TED Speaker e professora na Miami Ad School em São Paulo, (Mulheres na liderança); e Joana Mendes, selecionada para fazer parte da Young Lions Creative Academy e Youpix Builder (Criatividade e Diversidade).

O projeto ainda prevê uma fase específica com docentes, o lançamento de um livro e cartilhas para que outras universidades possam implementar estratégias de equidade de gênero nas suas práticas de ensino.

Acesse o Instagram do 50/50 para saber mais sobre o projeto: @publicidade5050.

Texto e Imagem: Projeto 50 | 50

Aula Magna do curso de Relações Públicas da UNIPAMPA será ministrada pela Profa. Dra. Cicilia Peruzzo

A Aula Magna “Relações Públicas no Modo de Produção Capitalista – Indicativos Atualizadores”, organizada pela Coordenação do Curso de Relações Públicas, celebra os 40 anos da obra “Relações Públicas no Modo de Produção Capitalista” da Profa. Dra. Cicilia Peruzzo. O evento, que é extensivo aos 15 anos do campus São Borja e aos 11 anos do curso de Relações Públicas, ocorrerá no dia 25 de novembro, a partir das 19h.

Cicilia Peruzzo, convidada para ministrar a Aula Magna, é uma das mais renomadas pesquisadoras brasileiras na área de Comunicação. É doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP), com pós-doutorado pela Universidad Nacional Autónoma de México. Fez mestrado em Comunicação Social na Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e graduação em Comunicação Social pela Faculdade de Comunicação Social Anhembi. 

Atualmente, Cicilia é presidente da Associação Ibero-Americana de Investigadores da Comunicação (Assibercom). Pesquisadora nas linhas de comunicação popular, comunitária, alternativa e mídia local, além de Relações Públicas na perspectiva crítica e dos movimentos sociais.

A Aula Magna vale horas de Atividades Complementares de Graduação e será transmitida ao vivo. O evento é gratuito e para se inscrever basta clicar aqui. Mais informações podem ser encontradas na página do Instagram do curso, @rp.unipampa.

Texto e Imagem: Assessoria do curso de Relações Públicas da UNIPAMPA

 

Segunda edição do Trilogia RP: mitos e verdades traz a diversidade, a equidade e a realidade para a pauta

Em comemoração ao Dia Nacional das Relações Públicas, celebrado no dia 02 de dezembro, a Associação Brasileira de Relações Públicas – ABRP Nacional, vai promover a segunda edição do TRILOGIA RP: MITOS E VERDADES.

Assim como aconteceu em 2020, serão 3 noites de debates e, nesta segunda edição, os encontros vão trazer como tema a diversidade, a equidade e a realidade que os profissionais das relações públicas têm enfrentado no mercado corporativo e acadêmico, no que tange a busca da (r)evolução da comunicação nas organizações. A sociedade está realmente preparada para isso? Em um mundo ideal, a diversidade e equidade é bem-vinda, defendida e, acima de tudo, vivenciada. Mas, a realidade é mesmo essa? Como funciona na sua empresa, na sua universidade, na sua vida? Tudo isso e muito mais em 3 dias de evento virtual, para falar abertamente sobre os mitos e verdades que lidamos como gestores da comunicação.

O evento é gratuito e acontece nos dias 01, 02 e 03 de dezembro, das 19h30 às 21h, através do canal do YouTube da ABRP.  As inscrições podem ser realizadas através do link https://bit.ly/RPMitosEVerdades2021.

Confira a programação:

Dia 01 de dezembro, quarta-feira – Das 19h30 às 21h

RP Mitos e Verdades – Painel Diversidade

Bate-papo com:  

– Henrique Andrade, Líder de Comunicação Corporativa na Dafiti Group;

– Thaís Germano, CEO na Agência Camélia e Consultora de Relações Públicas;

– Mikael Carvalho, Social Media na Carpes Design e Gestão de Marcas.

Mediação: Ives Montefusco, Diretor Tesoureiro da ABRP Nacional.

Dia 02 de dezembro, quinta-feira – Das 19h30 às 21h 

RP Mitos e Verdades – Painel Equidade 

Bate-papo com:  

– Viviane Mansi, Diretora de Comunicação RP e Sustentabilidade América Latina na Toyota do Brasil – Beatriz Oliveira, Fundadora do Blog Uma RP no Exterior e profissional atuando nos EUA – Sara Tavares, Estudante de RP pela PUC-MG e estagiária de Endomarketing nas Lojas REDE.

Mediação: Juliana Müller, Presidente Executiva ABRP Nacional.

Dia 03 de dezembro, sexta-feira – Das 19h30 às 21h 

RP Mitos e Verdades – Painel Realidade 

– Prof. Dra. Andreia Athaydes, Professora na FACCAT e Coordenadora LCM Brasil – Cleamy Albuquerque, RP no Centro Educacional Alberto Valle Manaus;

– Jéssica Mendes dos Santos, Assistente de Relacionamento no SEBRAE RS; 

– Vinicius Souto, Estudante de RP, Vencedor do Concurso ‘RP Pra Quê 2021’.

Mediação: Abigail Cardoso, Diretora-Secretária da ABRP Nacional.

 

 

Texto e Imagem: ABRP Nacional

“Comunicação Antirracista: processos colaborativos” será tema de palestra

Grupo TELAS CNPq  promove 2º Ciclo de Debates – especial ao Mês da Consciência Negra

O grupo TELAS – Pesquisa Colaborativa CNPq, da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), liderado pela Profa. Dra. Fernanda Sagrilo Andres, está promovendo o “2º Ciclo de Debates: Mês da Consciência Negra”. O evento acontecerá no dia 23 de novembro, a partir das 19h, tendo como convidado o Prof. Dr. Francisco Leite, Mestre e Doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Francisco Leite vai abordar a temática “Comunicação Antirracista: processos colaborativos”. A palestra será em formato on-line e objetiva promover a visibilidade sobre questões do Movimento Negro, em alusão ao Dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro).

As inscrições podem ser realizadas através do link disponível na Bio do Instagram do grupo: @telas.colab. Salienta-se que as vagas são limitadas e que o Ciclo de Debates vale horas de Atividades Complementares de Graduação para os participantes do evento.

SOBRE O MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA:

O Mês da Consciência Negra, especialmente a data de 20 de novembro, que marca a morte de Zumbi dos Palmares, último líder do quilombo dos Palmares, no ano de 1695, é um mês que “convoca a pensar ações de forma mais intensa que instituam políticas de reconhecimento, reparação e valorização dos afrodiaspóricos no Brasil durante 365 dias. Ou seja, o dia 20 de novembro não pode ser visto com fim em si, mais um dia de planejamento que pode ser reorientado a qualquer momento para o melhor combate ao racismo estrutural e construção de políticas antirracistas nas instituições públicas e privadas do país” (PARA QUE…, 2020).

PARA QUE serve o dia/mês da consciência negra?. ABPN, São Paulo, 20 nov. 2020. Disponível em: https://www.abpn.org.br/post/para-que-serve-o-dia-m%C3%AAs-da-consci%C3%AAncia-negra. Acesso em: 15 out. 2021.

Acesse https://www.instagram.com/telas.colab/ para outras informações.

Texto e imagem: Grupo TELAS

“Comunicação e Sistemas de Informação”: docente e discentes da UNIPAMPA, em parceria com o IFFar, lançam livro com o prefácio de Cicilia Maria Krohling Peruzzo

A obra “Comunicação e Sistemas de Informação” surge com o propósito de registrar uma das pesquisas realizadas pelo grupo “Processos e práticas nas Atividades Criativas e Culturais” (Unipampa/CNPq). O livro apresenta a articulação entre a Comunicação e os Sistemas de Informação, campos de saber que estão em processo de convergência intenso e acelerado.

Empreendida a partir da parceria entre o Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas (Unipampa) e os cursos de Relações Públicas da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e Sistemas de Informação do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), campus São Borja, a publicação apresenta o debate realizado pelos pesquisadores do grupo (docentes e discentes) e por convidados que, com sua produção intelectual, apoiaram as discussões estabelecidas na consecução da pesquisa.

O primeiro volume da proposta editorial apresenta as metodologias que podem ser aplicadas à integração das ciências em tela. Parte-se de um debate epistemológico e, no contexto teórico/metodológico, chega-se no Design Science Research e na Lean Inception como metodologias de pesquisa e de trabalho, respectivamente.

A organização da obra é dos professores Rafael Baldiati Parizi (IFFar) e Tiago Costa Martins (Unipampa). O livro conta também com o prefácio de Cicilia Maria Krohling Peruzzo. A obra foi financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), através do edital Chamada Universal (425620/2016-6) e da concessão de bolsa produtividade em pesquisa ao professor Tiago Costa Martins (306958/2019-8).

Clique para acessar o e-Book Comunicação & Sistemas de Informação Volume I. 

Texto e Imagem: Amanda Vieira Silva

Nota sobre a previsão de retorno das aulas presenciais no curso de Relações Públicas

A Coordenação do Curso de Relações Públicas comunica que, após a reunião da Comissão do Curso, realizada na última quarta-feira (13/12/21), houve a deliberação por manter as atividades de ensino remoto para o semestre 2021/2.

A proposta foi estabelecida após o posicionamento dos docentes, em especial os que atuam em componentes curriculares com carga horária prática. Ressalta-se que os planos de ensino foram construídos a partir das características do ensino remoto e adaptados às atividades síncronas e assíncronas. 

Outrossim, a decisão também foi sustentada pelo curso não possuir componentes curriculares práticos em atraso e que poderiam prejudicar a integralização curricular dos discentes, visto que quando solicitado o curso realizou a oferta especial desses componentes para provável formando, atendendo já o disposto no Ofício n. 225/2021/PROGRAD/UNIPAMPA.

Por fim, a Coordenação e a Comissão do curso ressaltam que seguirão as orientações da Reitoria quanto ao retorno presencial das atividades em 2022/1, considerando as medidas de proteção contra a Covid-19.

Atenciosamente,

Coordenação do Curso de Relações Públicas

UNIPAMPA – Campus São Borja

Discentes da UNIPAMPA são premiados no SET universitário

O SET Universitário é um dos eventos mais importantes de Comunicação do Brasil. Contempla alunos dos cursos de Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda, Design e Cinema. Além de oficinas e palestras, oferece uma disputada mostra competitiva, aberta para participantes de todo o estado.

O prêmio SET Universitário reconhece os melhores trabalhos em diferentes categorias. Os vencedores foram divulgados no dia 30 de setembro, sendo que a Unipampa teve as seguintes produções premiadas:

:: Assessoria de Comunicação Institucional e Organizacional da Campanha Sentido “A”,
de autoria das discentes Maria Eduarda Fagundes dos Santos, Alexia Saner Silva e Thalia Müller de Oliveira, com orientação da professora Fernanda Sagrilo Andres.

:: Pesquisa mercadológica para Colgate – Palmolive: a percepção do consumo do público jovem em relação às ações comunicacionais da marca, elaborada pelos discentes Paloma Ferreira de Sousa, Gabriele Merlo Oliveira e Luis Henrique de Almeida e orientada pela professora Renata Patricia Corrêa Coutinho.

 

Texto: Laís Tarouco Miranda da Cruz

Projeto das Universidades Federais UFSM, UFRGS e UNIPAMPA promove eventos sobre Mulheres na Comunicação

“50|50: abrindo portas para a equidade de gênero na Comunicação” contará com quatro bate-papos online e participação de profissionais reconhecidas da área 

O projeto 50|50 realizará, entre os meses de outubro e dezembro, às 20h15, seis encontros online com o objetivo de promover a discussão sobre a participação das mulheres na Comunicação. O período de inscrição é de 29 de setembro a 04 de outubro, no site do Grupo NÓS Pesquisa Criativa. As inscrições são gratuitas, limitadas e destinadas para as estudantes da graduação. Serão disponibilizados atestados de participação.

No dia 14 de outubro, acontece o encontro online de lançamento, intitulado “Abertura de Portas”. De 21 de outubro a 4 de novembro, as atividades serão de responsabilidade de cada Universidade participante. Na oportunidade, serão organizadas rodas de conversas com as estudantes, a fim de promover um ambiente mais íntimo e acolhedor para as discussões sobre gênero. Os bate-papos, com profissionais renomadas da Comunicação, serão realizados de novembro a dezembro.

O 50/50 é um projeto de ensino criado na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), pela professora e pesquisadora Juliana Petermann, com o propósito de debater a equidade de gênero na publicidade. Desde 2017, o projeto vem propondo uma série de ações nos âmbitos acadêmico e mercadológico, considerando especialmente a área publicitária, com ênfase na propagação da diversidade no que se refere à representação de gênero, bem como na contribuição para a redução de comportamentos sexistas.

Após quatro anos de atuação, o Projeto abre mais portas e, agora, conta também, com colaboração da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), com a professora Fernanda Sagrilo Andres e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com as professoras Elisa Piedras e Laura Wottrich, na perspectiva de discutir a equidade de gênero na comunicação de forma ampla e integrada, incorporando além da área da publicidade, as áreas de Relações Públicas e de Jornalismo. Além das quatro professoras, estudantes de graduação e de pós-graduação das três instituições de ensino participam da produção do evento e do projeto.

Acesse https://www.nospesquisacriativa.com para se inscrever.

Acompanhe o Instagram para outras informações: @publicidade5050.

Sobre a programação:

(14/10): Abertura de Portas

(21/10 a 4/11): Rodas de conversas

(11/11): Mulher e síndrome de impostora, com Dani Arrais

(18/11): Coletividade, criatividade e mudança social, com Dani Mattos

(25/11): Mulheres na liderança, com Ana Cortat

(02/12): Criatividade e Diversidade, com Joana Mendes

Horários: 20h15min

Saiba mais sobre as palestrantes:

Dani Arrais

Jornalista e sócia-fundadora e diretora de criação e conteúdo da @contente.vc, plataforma de comunicação e educação por uma vida digital mais consciente – que faz coletivamente #ainternetqueagentequer. Faz o blog @donttouchmymoleskine, a série de entrevistas “Fala que eu não te escuto, impostora”, assina uma coluna na @revistajp. Pernambucana, vive em São Paulo desde 2006, quando ingressou na Folha de S.Paulo. Colaborou com os principais veículos de comunicação do Brasil.

Dani Mattos

Relações Públicas, com foco em Diversidade e Pós graduanda em Gestão Estratégica da Comunicação Organizacional pela USP (Universidade de São Paulo). Trabalhou em agências para marcas como Avon, Netflix, Havaianas e na Comunicação Institucional da Whirlpool. Sua última passagem foi na área de Cultura da Mutato liderando as iniciativas de Diversidade na agência. Hoje é Sócia Co-fundadora da Indique Uma Preta, consultoria de conexões entre profissionais negros e o mercado de trabalho.

Ana Cortat

Fundadora da Hybrid Colab, uma boutique consultancy focada em inspirar conexões humanas usando como trilhas a cultura, o comportamento e o desenvolvimento humano e a comunicação. Seu propósito é acelerar mudanças de impacto positivo em pessoas, negócios e marcas enquanto acelera a busca por inovação e lucro. Com uma sólida carreira de mais de 30 anos em pesquisa e comunicação, liderou as áreas de estudo de comportamento de 3 eleições presidenciais brasileiras e equipes transdisciplinares em grandes agências de publicidade, tendo desenvolvido e implementado estratégias de comunicação para marcas globais líderes. Antes de escolher o empreendedorismo, foi EVP na Leo Burnett Brasil (Grupo Publicis), EVP na Isobar Brasil (Grupo Dentsu), EVP na Agência África (Omnicon Group) e CSO na Pereira& Odell Brasil. Sua atuação tem sido reconhecida pelo mercado através de prêmios de eficácia, criatividade e inovação concedidos pelo Cannes Festival, Jay Chiat, Effie Award e Woman to Watch (que reconhece mulheres líderes em inovação e liderança na indústria brasileira de Marketing e Publicidade). Até hoje, é a única mulher negra a ocupar cargo de vice-presidência entre as 10 maiores agências de publicidade brasileiras. Ana é Singularity Alumnus, TED Speaker e professora na Miami Ad School em São Paulo. Além disso, é uma ávida defensora, palestrante e influenciadora dos conceitos que defendem o valor da ética e da confiança como pilares da construção da reputação de empresas e marcas saudáveis e comprometidas com as questões sociais e ambientais que irão definir o futuro dos negócios.

Joana Mendes

Negra queer nascida e criada em uma cidade no meio da Floresta Amazônica chamada Porto Velho. Trabalhou na Agência3, Artplan, DM9Rio, Pereira O’Dell, JWT, Loducca, FCB, Publicis, entre muitas outras. Foi selecionada para fazer parte da Young Lions Creative Academy. Atualmente, trabalha na R/GA Brasil e é responsável pelas contas do Google, Youtube e Ágora. Além disso, criou e produziu o único banco de imagens de mulheres negras do mundo. Em 2019, foi considerada um dos 30 jovens que estão mudando a indústria da publicidade, e também foi considerada uma Youpix Builder.

Unipampa terá evento para falar sobre saúde mental

No mês de prevenção e cuidado ao suicídio e a saúde mental, a Universidade Federal do Pampa realizará uma roda de conversa como forma de reflexão sobre as nossas emoções durante a pandemia. O debate é promovido pelo acadêmico de Serviço Social e estagiário do Núcleo de Desenvolvimento Educacional (NuDE), Pedro Luiz Pecoits Salaberry, em parceria com  o Projeto Saúde Mental do campus.

Com a pandemia e o distanciamento social, houve um aumento no número de pessoas que relataram sintomas como crise de ansiedade e estresse agudo. Segundo pesquisas realizadas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, os casos de depressão aumentaram em 90% no último ano. Desta forma, são muitos os desafios de se debater o tema dentro de universidades e da sociedade, mas também é uma forma de encontrar caminhos e formas para sabermos lidar com nossos sentimentos.

A roda de conversa acontecerá na próxima terça-feira, 28, às 17h 15min e contará com a participação dos psicólogos e colaboradores do projeto de Saúde Mental, Bianca da Rosa e Gustavo Wisniewski, com mediação do organizador, Pedro Salaberry e da Psicóloga e docente Juliana Rhoden.  Ainda por conta das aulas remotas, o encontro será pelo Google Meet e é aberto ao público em geral, gratuito, através do link: https://meet.google.com/hhm-gzmg-vwp

Texto: Sarah Christine Gonçalves Rocha.

Fashion Cycle: evento de discentes do curso de Relações Públicas da UNIPAMPA visa aliar moda, comunicação e tendências

Acontece, no dia 24 de setembro, às 19h00min, o evento virtual Fashion Cycle. O evento é uma realização do Curso de Relações Públicas, através do componente de Gestão de Eventos e Cerimonial e Protocolo e está sendo organizado pelos discentes: Henrique Kunzler, João Pedro Almeida, Juliana Rosa, Michelle Ferreira, Nayra Kemily Araujo e Raquel Ferreira.

O objetivo do evento é dialogar por meio de um bate-papo sobre como a comunicação interfere diretamente no mundo da moda e vice-versa.
Será abordado o fato de como as tendências da moda voltam e estão cada vez mais frequentes. Para isso, foi convidada a Priscila Sousa, designer de moda pela Universidade Paulista – UNIP e Gustavo Belmontte, bacharelando em Moda pela Faculdade Santa Marcelina – FASM.

O Fashion Cycle busca integrar os assuntos: moda, comunicação e tendências.
Pensando nisso, através do perfil do evento no Instagram é possível ter acesso a conteúdos que englobam o universo da moda e da comunicação.  Na plataforma é possível acessar o formulário  para inscrições, disponibilizado no link da bio. Mais informações podem ser obtidas no Instagram do evento @rp.fashioncycle.

RPGeek: evento online promoverá visibilidade feminina no dia 17/09

Com o objetivo de dar visibilidade feminina ao universo Geek, o grupo de alunos do curso de Relações Públicas organiza evento online que acontecerá na próxima sexta-feira.

O RPGeek é um evento online idealizado por um grupo de alunos do quinto semestre do curso de Relações Públicas da Unipampa campus São Borja, no componente de Gestão de Eventos ministrado pela Profa. Dra. Elisa Lübeck. O

RPGeek tem como objetivo promover um evento inovador, tecnológico e de representatividade abordando conteúdos do universo geek de forma que possibilite dar visibilidade para as mulheres deste cenário.
Para isso, a principal atração será um campeonato feminino de Free Fire, um dos principais jogos do mundo geek que contará com premiação em dinheiro para primeiro, segundo e terceiro lugar. As partidas eliminatórias ocorreram no domingo, 12 de setembro, e estão disponíveis no canal oficial do evento no Youtube. As vinte finalistas que passaram na primeira fase do campeonato jogarão na final que ocorrerá no dia do evento, 17 de setembro, concorrendo às premiações.

Além do campeonato, o evento terá a participação de convidadas que são ícones deste contexto para promover um bate-papo com os participantes a respeito da temática, compartilhando suas experiências e dificuldades enquanto mulheres no meio geek.
No pós-evento, a equipe busca realizar uma ação social. Dessa forma, uma parte do valor arrecadado para o evento por meio de patrocínios será revertida para compra de HQs, estas que serão doadas para a Casa de Acolhida de São Borja.

Por fim, todas as atrações e atividades serão feitas de forma online e gratuita, e todas as informações necessárias para participar do evento encontram-se no instagram oficial @eventorpgeek. Na página também são compartilhados diversos conteúdos sobre séries, filmes e cultura pop em geral que abrangem a temática do evento. Acompanhe as publicações e prestigie o evento no dia 17 a partir das 19h que será transmitido ao vivo no perfil oficial do evento no Youtube: RPGeek Unipampa. O link de acesso também está disponível no @eventorpgeek

Curso de Relações Públicas da UNIPAMPA celebra aniversário e anuncia lançamento de podcast

No dia 16 de agosto, o curso de Relações Públicas completou 11 anos de fundação na UNIPAMPA. Por consequência do distanciamento social causado pelo coronavírus, a comemoração foi feita através das mídias sociais do curso, por meio de postagens e vídeos curtos com a participação de vários docentes. 

Durante a semana do aniversário, para celebrar a data, o curso divulgou que estará lançando um podcast voltado exclusivamente para os seus discentes. Junto com a novidade, foi lançado o “Concurso de Vinhetas”, que visa a criação de uma vinheta para compor o podcast, elaborada pelos alunos. O material será avaliado e julgado pela equipe idealizadora, coordenação do curso e por Jhandrei Nunes, radialista, egresso de Publicidade e Propaganda (UNIPAMPA) e executivo multimídia do Grupo RBS de Santa Maria. Os vencedores receberão horas de Atividades Complementares de Graduação (ACGs) e serão premiados com um voucher em um aplicativo de delivery.

Para participar do concurso é necessário realizar uma inscrição prévia através do link disponibilizado no perfil do Instagram do curso, @rp.unipampa. As inscrições poderão ser realizadas até o dia 24 de agosto e o resultado do concurso será divulgado no dia 15 de setembro.

Trabalho produzido por alunos do curso de Relações Públicas da UNIPAMPA é premiado no Expocom Sul 2021

No dia 06 de agosto, através do Youtube, foi transmitido o Expocom Sul 2021, evento que premia trabalhos produzidos por estudantes das áreas da Comunicação. Na ocasião, o Apoie SB, projeto desenvolvido por alunos do curso de Relações Públicas da UNIPAMPA, foi vencedor na categoria “RP 04 Projeto de assessoria cultural e social”.

O Apoie SB surgiu no ano de 2020, com intuito de auxiliar os pequenos negócios, autônomos e trabalhadores informais da cidade de São Borja em um momento de distanciamento social, causado pela pandemia do coronavírus. A iniciativa do curso de Relações Públicas foi orientada pelos professores Valmor Rhoden e Fernanda Sagrilo Andres e conduzida pelos discentes Diuliane Santos, Ketlin Kerber, Michel Meireles, Nathalia Barros e Tais Righi.

  Após o prêmio na etapa regional, o projeto irá concorrer como finalista no Expocom Nacional 2021. O evento ocorrerá de forma virtual no Youtube da Intercom, no dia 09 de outubro.  

EVENTO DO GRUPO ‘TELAS PESQUISA COLABORATIVA’ DEBATE A DIVERSIDADE NOS EIXOS ACADEMIA E MERCADO

EVENTO DO GRUPO ‘TELAS PESQUISA COLABORATIVA’ DEBATE A
DIVERSIDADE NOS EIXOS ACADEMIA E MERCADO

Ciclo de debates: Mês da Diversidade acontece em junho em modo totalmente digital e vale horas de Atividades Complementares de Graduação

O Ciclo de Debates: Mês da Diversidade, organizado pelo grupo Telas Pesquisa
Colaborativa da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), realiza bate-papos sobre a diversidade e inclusão em empresas e no eixo acadêmico. O encontro que debate o eixo da diversidade na academia acontece na próxima quarta-feira, 30/06, às 17h30.

As inscrições podem ser realizadas através do link disponível na Bio do Instagram do
grupo de pesquisa: @telas.lab. O Ciclo de Debates vale horas de Atividades Complementares de Graduação para os participantes do evento.

O TELAS é um grupo colaborativo do curso de Relações Públicas (RP) da Unipampa,
registrado no CNPq, coordenado pela professora Fernanda Sagrilo Andres. O evento é organizado pelas professoras Fernanda Sagrilo Andres e Kalliandra Quevedo Conrad e pelos discentes Nauber Valle Blanco Júnior, Antonio Kanaan, Alexia Saner, Gabriel Andrade, Maria Luiza, João Davi Martins e Filipe Lago.

O primeiro bate-papo, sobre diversidade no mercado, contou com mais de 80 inscrições. O Diretor de Recursos Humanos na Donu/Ztech, hub de tecnologia da Ambev,
Rafael Vinicius, destacou a importância da visibilidade da diversidade em empresas para que a representatividade seja cada vez mais comum e ofereça inclusão a todos e todas. “Nas empresas o importante é encontrar quais são os elos que fazem sentido para aquela organização. Entender o mercado, entender qual é a importância da empresa para aquela divisão que ela tem e de que forma a diversidade, para ela, pode ser um diferencial competitivo. Talvez seja uma boa chave para incluir o tema nas discussões iniciais”, afirma.

Na quarta-feira, 30, acontece a segunda palestra do Ciclo sobre a Diversidade na
academia. Para discutir sobre a temática, o evento conta com a participação de dois
convidados. A doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Karen Greco, traz a experiência como integrante do grupo de pesquisa GETEC – Núcleo de Gênero e Tecnologia da UTFPR, além da dissertação intitulada “Sentidos da diversidade, narrativas de ruptura? As representações sociais de LGBTs na comunicação organizacional”. O professor do curso de Jornalismo e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Felipe Viero, apresenta as experiências como vice-coordenador do GT Comunicação, Gêneros e Sexualidades da Compós.

Bate-papo dia 30/06:

Felipe Viero. Professor do curso de Jornalismo e do Programa de Pós-Graduação em
Comunicação da UFOP. Doutor e mestre em Ciências da Comunicação pela Unisinos.
Jornalista formado pela UFSM. Realizou estágio de pós-doutorado junto ao PPGCOM da
UFMG. Vice-coordenador do GT Comunicação, Gêneros e Sexualidades da Compós.

Karen Greco. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade da UTFPR, na linha de pesquisa Tecnologia e Trabalho e integrante do grupo de pesquisa
GETEC – Núcleo de Gênero e Tecnologia da UTFPR. Mestra em Comunicação pelo
PPGCOM – UFPR (2017). Bacharel em Relações Públicas – Ênfase em Produção Cultural,
pela Universidade Federal do Pampa – RS (2014). Coordenadora de conteúdos na Explay
Web Agency e consultora de branding LGBTQ+ para empresas em Curitiba – PR.

SOBRE O MÊS DA DIVERSIDADE
Após o movimento que aconteceu em Nova Iorque, junho passa a ser o mês da
diversidade. Os bares e clubes da cidade, eram um refúgio para os membros da comunidade. No entanto, em 28 de junho de 1969, policiais da cidade utilizam tratamento agressivo para prender uma mulher LGBTQIA+ e a resposta a essa atitude surge como uma revolução da comunidade em pedido de respeito. Em razão disso, no mês de junho, a comunidade LGBTQIA+ reivindica, ainda mais, direitos e luta contra o preconceito existente.

Imagens e texto: Grupo TELAS

Encontrão Cultural Digital terá música nesse domingo

O sétimo encontro contará com a presença do cantor alegretense Balial, neste domingo, 13, a partir das 19h.

O Econtrão Cultural Digital é um projeto de Extensão do curso de Relações Públicas da Unipampa São Borja, em parceria com a Proext. A transmissão será através do facebook (https://www.facebook.com/rpunipampa). O convidado da vez é o cantor Balial de Alegrete – RS, Balial. Ele é compositor e músico, tem 18 anos, possui um repertório com músicas de raízes distintas, desde samba de Cartola, Alcione e Adoniran, passando por Elis Regina, Djavan e Toquinho.

Sempre englobando suas influências em suas composições com um toque particular, mantém um público de seguidores fiéis que acreditam no seu trabalho e nas mensagens que os versos de suas músicas passam.

Nesta live, o cantor irá nos mostrar sua arte através da música e tocará muito samba para animar o domingo. Todas as lives que já ocorreram estão disponíveis nas plataformas Instagram, @encontraoculturalsb e no facebook no link (https://www.facebook.com/rpunipampa), para todos que quiserem assistir.

Será disponibilizado no fim da live um formulário para garantir atestado que vale ACGs. Mais detalhes sobre o projeto estão disponíveis no instagram do projeto (@encontraoculturalsb).