2012

  • Projeto Comunicação Digital Hiperlocal

Professores: Cristóvão Almeida e Marislei Ribeiro

O projeto tem como objetivo central viabilizar a realização de iniciativas de comunicação estratégica em redes digitais que contemplem estabelecimentos públicos e comerciais, projetos e outras ações realizadas no município de São Borja. Para possibilitar tais ações, prevê a implantação da DCG de Comunicação Digital, voltada para os alunos dos cursos de Jornalismo, Publicidade e Relações Públicas. A intenção é incentivar a elaboração de planos de comunicação estratégica em redes digitais e a sua aplicação, sempre mantendo um foco hiperlocal, ou seja, baseado em realidades específicas de determinadas comunidades da cidade.

  • Recepção Cultural do Curso de Relações Públicas 2ª Edição: “RP Fora da Caixa”.

Professora: Elisa L. Terra

O Encontrão Cultural é um evento criado para recepcionar os novos acadêmicos do curso de Relações Públicas – ênfase em Produção Cultural da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) – Campus São Borja. Ocorrerá a segunda edição no ano de 2012, e tem como responsáveis a professora Me. Elisa Lübeck Terra, o professor Me. Cristóvão Almeida e o atual coordenador do curso Professor Me. Valmor Rhoden. Em cinco dias de eventos sucessivos os alunos serão convidados a participarem de atividades integradoras que visam aproximar os novos alunos com os demais acadêmicos do curso, com a cidade, com a comunidade acadêmica, bem como proporcionar a todos os alunos o contato com área de Produção Cultural e com profissionais da área. As atividades do Encontrão Cultural estão organizadas em palestras, oficinas e uma gincana com atividades de enfoque cultural e social. Na parte da gincana as equipes terão que arrecadar alimentos não perecíveis que serão entregues em três entidades previamente escolhidas pelas equipes; realizar doação de sangue no banco de sangue da cidade; cada equipe, a partir das oficinas, deverá produzir uma atividade artística e cultural para ser apresentada no encerramento do evento.

  • Educação emocional na escola ”: Refletindo sobre importância das emoções do educador e seus reflexos no aluno

Professores: Valmor Rhoden e Juliana Lima Moreira Rhoden

O curso Educação emocional na escola : Refletindo sobre importância das emoções do educador e seus reflexos no aluno será realizado em seis escolas da cidade de são Borja e terá como público-alvo professores desde a pré – escola até o ensino médio, a intenção é trazer informações e provocar uma reflexão sobre a importância da educação emocional do professor. Para que o professor possa lidar eficientemente com seus alunos, é preciso que compreenda o funcionamento dinâmico da psique dentro de si mesmo. Precisa preparar-se através do uso de instrumentos, que o ajude a lidar cada vez melhor com suas frustrações, emoções, sentimentos e com situações de conflitos e de relacionamento. A escolha das seis escolas acontecerá em conjunto com a secretaria municipal e estadual de educação, sendo três de cada categoria e beneficiando pelo menos 30 professores de cada escola selecionada. É importante que o professor reconheça e saiba transmitir conhecimentos. Mas isto não é suficiente. Precisa também investir sistematicamente num processo de expansão da consciência, de desenvolvimento pessoal, autoconhecimento, que o prepare para viver de maneira mais integrada. Só assim poderá preparar alunos para vida. Falar sobre educação emocional é tratar do tema inteligência emocional, pois o papel da inteligência emocional dentro e fora da escola, exige educar as emoções.

Atualmente a inteligência emocional, está sendo estudada e discutida em todo o mundo. Os índices elevados de pessoas apresentando problemas emocionais e estresse que muitas vezes levam ao afastamento do trabalho faz com que se reconheça que a razão não é o único responsável pelo nosso destino, ou seja, nossa performance na vida é determinada não apenas pelo QI (quociente de inteligência), mas, principalmente, pelo QE (quociente emocional). Na verdade, o intelecto não pode dar o melhor de si sem a inteligência emocional: ambos são parceiros integrais na vida mental. Quando esses parceiros interagem bem, a inteligência emocional aumenta, assim como também sua capacidade intelectual. Isso derruba o mito de que devemos sobrepor a razão à emoção e instiga à busca do equilíbrio entre ambas.

  • Projeto Eco-cultural

Professores: Marcela Guimarães e Silva; Tiago Costa Martins.

Esse projeto tem objetivo à realização de ações artísticas, educativas e de entretenimentos fazendo da cultura uma forma de comunicação em prol do meio ambiente. Sendo assim, serão realizadas peças de teatro, visando trabalhar a conscientização de crianças da educação infantil de escolas da rede pública do município de São Borja, contribuindo para formação das mesmas, para que suas ações futuras possam melhorar a integração do Homem com o Meio Ambiente. E ainda oficinas de reciclagem de materiais no ambiente escolar com professores e funcionários das escolas. Acredita-se que a aprendizagem desenvolvida através de formas culturais pode ser eficiente nesse contexto por apresentar conteúdos de forma lúdica e com linguagem acessível para o público ao qual se destinam as ações do referido projeto, estimulando em alunos, professores e funcionários práticas sustentáveis no ambiente escolar.

  •  I Semana Integrada de Arte, Cultura e Comunicação

Professores: Marislei Ribeiro, Cristovão Almeida e Elisa Lubeck

Em linhas gerais, o projeto intitulado “I Semana Integrada de Arte, Cultura e Comunicação” pretende buscar o fomento das manifestações artístico-culturais da cidade de São Borja. Nesse cenário, o espaço acadêmico é considerado como o locus adequado para que se materialize um esforço desse tipo. Além disso, busca aproximar o diálogo entre a Universidade/Universitários e a Comunidade de forma a contribuir para a difusão da cultura popular. Sendo assim, um projeto de expansão cultural, junto à comunidade , poderá ter um efeito positivo na sociedade e na economia local, desde que sejam utilizados canais eficazes de comunicação entre a universidade e o seu entorno. Portanto, cabe ao campo das Relações Públicas elaborar programas e atividades integradas, a fim de divulgar os produtos e serviços de uma comunidade, cujos esforços têm uma função aproximativa e estratégica, diferenciada no contexto das manifestações populares. Como objetivo central busca Oportunizar um inter-relacionamento universidade – comunidade, viabilizando, com atividades variadas, contribuir para a organização, difusão e preservação das manifestações artísticas e culturais locais, através de mostras, exposições e feiras.

  •  Eu quero viver bem no trânsito

Professores: Marislei Ribeiro, Cristovão Almeida, Elisa Lubeck

O Projeto Trânsito Seguro pretende contribuir na conscientização e orientação da sociedade a fim de diminuir o número de acidentes na cidade. Em parceria com a Empresa de Transporte Urbano Santa Ignes, a principal estratégia para adoção desse projeto é começar com os estudantes, crianças, adolescentes e jovens das escolas públicas. É na realização de atividades educativas com esse público e o envolvimento dos educadores, entidades de classe, instituições e empresas locais que o trabalho objetiva cumprir com seu propósito de ampliar conhecimentos sobre as consequências advindas da má postura no trânsito e de sensibilizar os envolvidos da importância de atitudes corretas com relação à condução no trânsito. Como objetivo principal busca alertar a sociedade sobre os valores essenciais à vida, de respeito no trânsito e de boas práticas para uma convivência harmônica na comunidade São Borjense.

  • O mercado e a profissão de Relações Públicas em questão

Professores: Marcela Guimarães e Silva e Tiago Costa Martins

Este projeto tem por objetivo apresentar para comunidade acadêmica, local e regional a profissão de relações públicas e a importância do profissional qualificado para o mercado de trabalho existente na região da Fronteira Oeste do estado do Rio Grande do Sul, mais especificamente nos municípios de abrangência da Delegacia Regional do CONRERP RS/SC: São Borja, Santo Antônio das Missões, Maçambará, Itaqui, Itacurubi e Unistalda. Sendo assim, o mesmo prevê a realização mini-cursos, oficinas e palestras abordando tanto a importância do profissional de relações públicas no âmbito da comunicação organizacional, como os desafios do mercado de trabalho na região. Ressalta-se que por mais que o mercado de trabalho para os profissionais de Relações Públicas seja bastante amplo, o mesmo é pouco explorado por algumas regiões, sendo esta uma das justificativas para a implantação de um curso de Relações Públicas- ênfase em Produção Cultural na Unipampa campus São Borja, no entanto é necessário aproximar o curso da comunidade bem como apresentar o profissional para o município e região. O projeto prevê ainda o lançamento de um Guia da Profissão de RP direcionado a empresários e alunos concluintes do ensino médio, que será elaborado em parceria com o projeto de pesquisa “O mercado profissional das Relações Públicas na Fronteira Oeste do Estado do RS”.

  • Comunicação, Saúde Pública e Cidadania

Professor: Joel Felipe Guindani

Este projeto busca compreender como a comunicação midiática atua na mediação entre saúde pública e cidadania no município de São Borja (RS). A noção de cidadania condiz, nesse projeto, com a possibilidade de oferta de conteúdos midiáticos da Secretaria municipal de Saúde à população, como: impresso, site e audiovisual. A partir da Cartografia e da Pesquisa participante, realiza a observação, coleta e o diagnóstico/mapeamento quanti-qualitativo da produção e veiculação desses conteúdos midiáticos. Como indicador, apresenta o mapeamento da produção midiática realizada nos espaços do atendimento público de saúde investigados, bem como a realização de encontros com os profissionais da Secretaria de Saúde do município e com a própria sociedade, na Câmara Municipal de Vereadores. O trabalho também apresenta um diagnóstico dos principais entraves, como das potencialidades que possibilitam a atuação do profissional da comunicação no campo da Saúde.