Aluno Especial

Somente poderão cursar componentes curriculares como alunos especiais no ano de 2015 os candidatos aprovados no processo seletivo do edital 164/2014 que não tenham sido classificados entre as quinze vagas disponibilizadas para alunos regulares.

Os alunos especiais não terão direito à matrícula em componentes curriculares obrigatórios do programa ofertados durante o ano letivo de 2015.

Poderão solicitar matrícula como alunos especiais em até dois componentes curriculares eletivos, ofertados exclusivamente durante o ano letivo de 2015.

Será respeitado o limite máximo de 5 (cinco) alunos especiais por componente curricular eletivo ofertado durante o ano letivo de 2015.

O critério para a obtenção de vaga como aluno especial em um componente curricular eletivo será a ordem obtida na classificação geral dos candidatos aprovados como suplentes.

Os componentes cursados pelos alunos especiais poderão ser aproveitados pelo programa de pós-graduação em um limite de, no máximo, 3 (três) anos.