O CURSO

DADOS SINTÉTICOS DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA DA UNIPAMPA:

Grau: Engenheiro Mecânico (Bacharel em Engenharia Mecânica)

Duração: 10 semestres – 5 anos

Carga horária total / semestral: 3.870 horas / mín=120 e máx=480 horas por semestre

Vagas: 50 por ano

ESTRUTURA DO CURSO:

Os cursos de graduação no Brasil são estruturados a partir do seu PPC_EngMecanica (Projeto Político-Pedagógico de Curso). Este documento descreve detalhadamente as propostas para concretizar o projeto de formação do profissional na sua área de atuação, incluindo a implementação do Projeto Institucional da Universidade (PDI_unipampa) através dos diversos atores envolvidos nesse processo (docentes, discentes, TAE’s, infraestrutura, etc.). Nele estão incluídas as EMENTAS dos componentes curriculares obrigatórios e complementares.

As principais áreas de conhecimento nas quais estão distribuídos os componentes curriculares do curso são:

> Ciclo Básico: aqui se encontram componentes curriculares que formarão a base matemática, física, química, de materiais, expressão gráfica, administração e humanidades. Eles são necessários ao estudo dos componentes curriculares profissionalizantes e específicos do curso, os quais estão divididos nas quatro sub-áreas a seguir;

> Fenômenos de Transporte e Engenharia Térmica: aqui se encontram componentes curriculares ligados a escoamentos de fluidos (líquidos e gases) e aos processos realizados por eles, às trocas de calor entre substâncias em todos os estados e à termodinâmica;

> Processos de Fabricação: agrega componentes curriculares nos quais se estuda as formas de transformar matérias-primas em componentes mecânicos básicos;

> Projeto Mecânico: área que complementa a anterior ao estudar como são dimensionados os componentes mecânicos aplicados em máquinas e equipamentos, utilizando os conhecimentos de propriedades dos materiais, mecânica dos sólidos e desenho para tanto;

> Automação e Controle Industrial: engloba o estudo das formas de monitorar e diagnosticar as condições de funcionamento de máquinas, equipamentos e processos, utilizando a eletrônica e a computação para realizar esta função;

Grande parte da base do conhecimento, abordada no Ciclo Básico e que permeia e interconecta as sub-áreas específicas do curso, pode ser dividida nos seguintes tópicos:

Materiais: parte do estudo das propriedades dos materiais metálicos, cerâmicos, poliméricos e compósitos utilizados em aplicações de engenharia. Inicia-se com a química e se direciona à escolha dos processos de fabricação necessários à viabilização do projeto de componentes mecânicos;

Energia: a partir do estudo dos fenômenos físicos básicos, modelados utilizando ferramentas matemáticas, a transformação da energia de uma em outra de suas formas é abordada no estudo das máquinas e do projeto de seus componentes;

Gestão da Produção: área que permite ao profissional de engenharia ter uma visão global do planejamento e gestão dos recursos e processos existentes numa empresa do ramo metal-mecânico, de forma a otimizá-los;

Humanidades e Atuação Profissional: esta área dá uma noção das interações que o Engenheiro Mecânico terá com os colegas, governo, entidades de classe e com a sociedade.

PERFIL E ÁREAS DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL:

O curso oferecido pela Universidade Federal do Pampa forma Engenheiro Mecânico generalista, habilitado a projetar e implementar sistemas mecânicos e equipamentos de forma racional e econômica, bem como apresentar soluções inovadoras para os desafios na área de mecânica com atenção às questões ambientais. O profissional Engenheiro Mecânico desenvolve suas atividades nos principais setores responsáveis pelo desenvolvimento tecnológico e econômico do país.

O egresso de Engenharia Mecânica da UNIPAMPA poderá atuar nos setores metalmecânico, petroquímico, naval, aeronáutico, de fontes renováveis e conservação de energia, automobilístico, metalúrgico, siderúrgico, têxtil, eletroeletrônico, eletromecânico, de nanotecnologia , de docência e em instituições científicas e de pesquisa, bem como em escritórios de assessoria e consultoria na sua área de formação acadêmica.

O Engenheiro Mecânico formado pela UNIPAMPA possui capacidade para trabalhar e interagir com equipes multidisciplinares. As atribuições e competências profissionais do Engenheiro Mecânico no mercado de trabalho estão dispostas na Resolução n°1010 e no seu anexo 05 do Sistema Confea/Crea . No mercado de trabalho o engenheiro mecânico formado na UNIPAMPA poderá atuar, no âmbito de seu campo de atuação profissional, nas seguintes atividades:

  • Atividade 01 – Gestão, supervisão, coordenação, orientação técnica;
  • Atividade 02 – Coleta de dados, estudo, planejamento, projeto, especificação;
  • Atividade 03 – Estudo de viabilidade técnico-econômica e ambiental;
  • Atividade 04 – Assistência, assessoria, consultoria;
  • Atividade 05 – Direção de obra ou serviço técnico;
  • Atividade 06 – Vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria, arbitragem;
  • Atividade 07 – Desempenho de cargo ou função técnica;
  • Atividade 08 – Treinamento,  ensino,  pesquisa,  desenvolvimento,  análise,  experimentação,  ensaio, divulgação técnica, extensão;
  • Atividade 09 – Elaboração de orçamento;
  • Atividade 10 – Padronização, mensuração, controle de qualidade;
  • Atividade 11 – Execução de obra ou serviço técnico;
  • Atividade 12 – Fiscalização de obra ou serviço técnico;
  • Atividade 13 – Produção técnica e especializada;
  • Atividade 14 – Condução de serviço técnico;
  • Atividade 15 – Condução de equipe de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção;
  • Atividade 16 – Execução de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção;
  • Atividade 17 – Operação, manutenção de equipamento ou instalação; e
  • Atividade 18 – Execução de desenho técnico.

DIFERENCIAIS DO CURSO:

Por estar localizado num campus tecnológico, o curso possui uma matriz com caráter interdisciplinar, aproveitando as interfaces com os outros cursos de graduação do Campus Alegrete nas seguintes áreas:
– Automação e Controle e Conversão de Energia com a Engenharia Elétrica;
– Estruturas e Materiais Avançados com a Engenharia Civil;
– Robótica com a Ciência da Computação e Engenharia Elétrica.

MERCADO DE TRABALHO:

Uma área do mercado de trabalho que está bastante em alta para o Engenheiro Mecânico é aquela onde ele desenvolve projetos para fontes renováveis de energia. Com a constante preocupação ambiental, a área que atua na concepção de novas formas de conversão de energia, planejamento e gestão de sistemas energéticos que não agridam a natureza, tem se tornado um importante pólo de contratação destes profissionais.

Outro setor importante que tem destaque no mercado de trabalho é o das montadoras de automóveis. A chegada destas empresas favoreceu a abertura de pequenas indústrias e fornecedoras de autopeças, abrindo mercado para a contratação de Engenheiros Mecânicos para prestar serviços de mão-de-obra terceirizada a essas empresas.

Fonte: http://www.brasilprofissoes.com.br