Histórico

A concepção inicial do curso de Engenharia de Computação da UNIPAMPA foi realizada pelos primeiros três professores concursados para atuar especificamente na área: Carlos Michel Betemps, Cristian Cechinel e Reginaldo da Nóbrega Tavares.

O primeiro coordenador do curso de Engenharia de Computação foi o Professor Cristian Cechinel. Depois deste, estiveram a frente da gestão do curso os seguintes docentes:

  • 2007/1 – 2008/2: Coordenador eleito – Professor Carlos Michel Betemps
  • 2009/1 – 2009/1: Coordenador eleito em Dez/2008 – Professor Cristian Cechinel
  • 2009/2 – 2009/2: Coordenador pro tempore – Professor Leonardo Bidese de Pinho
  • 2010/1 – 2010/2: Coordenador eleito em Dez/2009 – Professor Leonardo Bidese de Pinho
  • 2011/1 – 2012/2: Chapa eleita em Dez/2010 – Professora Ana Paula Lüdtke Ferreira (Coordenadora) e Leonardo Bidese de Pinho (Suplente)
  • 2013/1 – 2014/1: Chapa eleita em Dez/2012 – Professor Sandro da Silva Camargo (Coordenador) e Ana Paula Lüdtke Ferreira (Suplente)
  • 2014/2 – 2014/2: Coordenação pro tempore – Professor Carlos Michel Betemps (Coordenador) e Milton Heinen (Suplente)
  • 2015/1 – 2016/2: Chapa eleita em Dez/2014 – Professor Milton Heinen (Coordenador) e Fábio Luis Livi Ramos (Suplente)
  • 2017/1 – 2018/2: Chapa eleita em Dez/2016 – Professor Érico Marcelo Hoff do Amaral (Coordenador) e Ana Paula Lüdtke Ferreira (Suplente)

Fatos históricos

Em 2006, ocorreu o ingresso da primeira turma de alunos do curso, ainda sob a tutela da UFPEL.

Em 2008, é formalmente instituída a Fundação Universidade Federal do Pampa – UNIPAMPA, por meio da Lei 11640 de 11/01/2008. Neste mesmo ano, por iniciativa dos alunos e suporte dado pelos professores do curso, nasce o Diretório Acadêmico da Engenharia de Computação (DAECOMP).

Em 2009, é emitida a Portaria 492 de 05/08/2009, pela Reitoria da UNIPAMPA, a qual formaliza a autorização para o funcionamento do curso na instituição nascida em 2008.

Em 2010, o primeiro Projeto Pedagógico de Curso (PPC) foi concluído pelo Núcleo Docente Estruturante (NDE), na época composto por sete professores: Ana Paula Lüdtke Ferreira, Bruno Silveira Neves, Carlos Michel Betemps, Cláudia Camerini Corrêa Pérez, Cristian Cechinel, Leonardo Bidese de Pinho e Reginaldo da Nóbrega Tavares.

Em 2011, o curso passou a ser ofertado em infraestrutura própria da universidade, no Bairro Malafaia. No mesmo ano, o curso recebeu a visita da comissão de avaliação do INEP, designada como parte do ato regulatório de reconhecimento do curso pelo MEC,  no período entre 30/11/2011 a 03/12/2011, resultando em relatório com atribuição do conceito final 4 (máximo 5).

Em 2012, ocorreu a formatura da sua primeira turma de Engenheiros de Computação, concluintes de 2011/2.

Em 2013, o curso foi formalmente considerado reconhecido pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (SERES) do MEC, por meio da Portaria 618 de 21/11/2013, com a autorização para manutenção da oferta de 50 vagas anuais.

Em 2014, o curso foi classificado pelo Guia do Estudante da Abril entre os melhores cursos de Engenharia de Computação do Brasil, com 4 estrelas (máximo 5).

Em 2015, o curso passou a constar como registrado no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do RS (CREA-RS), permitindo que os egressos interessados atuem profissionalmente como Engenheiros. Neste mesmo ano o MEC renovou o reconhecimento do curso, por meio da Portaria 1094 de 24/12/2015.

Em 2016, ano em que o curso completou dez anos, foi aprovada sua primeira reformulação de Projeto Pedagógico de Curso, o qual entrou em vigor em 2017.