Extensão

1.Índice de satisfação dos proprietários de tratores agrícolas na fronteira oeste do Rio Grande Do Sul

Prof. Responsável: Vilnei Dias

Resumo: Na região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul estão concentrados elevados índices de produção de culturas anuais. Em relação ao arroz-irrigado, principal cultura da região, apenas dois municípios são responsáveis por 65% do total regional. Para se alcançar tamanha produção e seguir buscando a elevação dos níveis, os agricultores têm investido em frotas modernas, afim de reduzir perdas no ciclo produtivo desde o preparo do solo até o momento da colheita. Neste contexto, os tratores agrícolas são pecas fundamentais e apresentam sua utilização escalonada em uma série de etapas, onde qualquer falha ou parada por problemas técnicos pode acarretar em perdas significativas no potencial produtivo da lavoura. As concessionárias de tratores estão distribuídas em grandes grupos, subdivididos em diferentes marcas. As áreas de marketing destas marcas devem estar sempre atentas em relação ao pós-venda e atendimento ao cliente, pois qualquer problema vindo do campo que não apresentar rápida solução pode acarretar na migração do cliente para outra montadora. Assim, este trabalho tem por objetivo quantificar os dados de satisfação dos proprietários de tratores agrícolas em relação a parâmetros técnicos do seu trator e a qualidade da assistência técnica da rede de concessionárias e nível técnico dos operadores, repassando estas informações para os produtores da região para que este verifique a situação de sua propriedade frente a realidade regional. Para tal, questionários serão aplicados durante todo o ciclo das principais culturas de verão (soja, milho e arroz), onde grande parte das insatisfações ou satisfações se mostrar presentes. Serão visitados agricultores de municípios da fronteira oeste, de modo a obter resultados suficientes para levantamento do panorama deste importante setor da economia gaúcha. Em um segundo momento, poderão ser ofertados cursos de qualificação para melhorar o nível técnico dos operadores da região amostrada.

2.Laboratório de Instrumentação para o Ensino de Física Itinerante

Prof. Responsável: Wilber Tapahuasco