Sobre o curso

A UNIPAMPA é resultado da reivindicação da comunidade regional e foi promovida pelo governo federal brasileiro, de expansão e renovação das instituições federais de educação superior. A constituição da Universidade está marcada pela responsabilidade de contribuir com a “metade sul” do Rio Grande do Sul e o desenvolvimento da região de fronteira do Brasil, um extenso território, com críticos problemas de desenvolvimento sócio-econômico, inclusive de acesso à educação básica e à educação superior. Diante desta realidade a UNIPAMPA tem por finalidade precípua a educação superior e a produção de conhecimento filosófico, científico, artístico e tecnológico, integradas na indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, visando à formação acadêmica e profissional, inicial e continuada, nos diferentes campos do saber, contribuindo para o desenvolvimento social, cultural, científico, tecnológico e econômico de sua área de abrangência, bem como do estado e do país.

Em consonância com esses pressupostos e considerando o contexto regional em que está inserida a universidade, percebemos a necessidade de formação permanente dos profissionais da educação em ciências. Nesse sentido, propomos o desenvovimento do Curso de Especialização em Educação em Ciências que se articula aos objetivos do Plano Nacional de Educação 2011-2020, principalmente no que se refere à formação permanente de professores como condição para a melhoria da educação. O Programa Nacional de Educação (PNE) tem por objetivos a elevação global do nível de escolaridade da população; a melhoria da qualidade do ensino em todos os níveis; a redução das desigualdades sociais e regionais no tocante ao acesso e à permanência, com sucesso, na educação pública e a democratização da gestão do ensino público, nos estabelecimentos oficiais, obedecendo aos princípios da participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola e a participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes (PNE 2011-2021). Estes objetivos são considerados na dimensão deste projeto de especialização, pois o projeto se baseia em pressupostos da formação de professores em que a formação permanente não é considerada condição única para a melhora da educação em todos os níveis no Brasil, mas se constitui como condição essencial na melhoria dos processos educativos, especialmente na Educação Básica.

Assim, justifica-se a presente proposta de realização do Curso de Especialização em Educação em Ciências tendo em vista os resultados de avaliação da educação brasileira e o consenso entre formadores da importância e necessidade da formação permanente de professores. Em especial a região em que a UNIPAMPA se insere carece de ações de formação permanente, fato que temos vivenciado em nossos projetos de extensão nos quais a procura tem superado a oferta. Além disso, muitos dos professores que estão ministrando aulas na área das ciências não possuem formação específica (muitos não têm nem sequer formação docente, pois são veterinários, engenheiros, entre outras profissões).

Nesse sentido, além de ser urgente a formação e qualificação dos profissionais da educação é consenso que é preciso transformar a escola no mundo atual e isso nos impõe pensar a formação de professores que de conta das dimensões e questões contemporâneas no contexto escolar, tais como as Tecnologias da Educação e Comunicação, as questões de corpo, gênero, sexualidade e relações étnico-raciais, a educação em saúde, o uso de experimentações no ensino, o compromisso com o desenvolvimento sustentável, a articulação da ciência com a tecnologia e a sociedade, etc. Assim, o que se aposta neste projeto é a constituição de profissionais que compreendam o seu papel enquanto docentes e que aprendam a ser comunidade com seus estudantes e que ao aprender se tornem autores de suas propostas pedagógicas articuladas ao coletivo da escola. Concebe-se a formação de professores como alicerce fundamental para construção de uma sociedade justa e igualitária que inclui a construção de modos de ação consistentes na sala de aula, considerando os diversos contextos e histórias dos alunos.

Nesse sentido, essa proposta busca contribuir na formação de professores transformadores da escola, a partir de seus entendimentos e vivências na docência, uma vez que se almeja uma formação não prescritiva, muito menos reduzida à aplicação de técnicas; deseja-se uma formação que discuta questões pertinentes à docência na articulação Universidade e Escola, favorecendo o desenvolvimento da autonomia, da curiosidade, da postura crítica, da observação e da análise, de modo que o professor possa ampliar seus conhecimentos e, dessa forma, potencializar sua atuação contribuindo para construção de aprendizagens significativas e relevantes de seus alunos.