Recepção Calouros/2017

 

Semana Recepção Calouros/2017

Na segunda semana de março de 2017, o Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza Campus Dom Pedrito, organizou a semana de recepção aos calouros.
Na segunda-feira os veteranos, Diretório Acadêmico e professores do curso, participaram da “Aula Magna” no Dom Pedrito Country Club.
A partir de terça-feira as atividades foram realizadas no Campus. Na noite de terça-feira a Coordenação de Curso, juntamente com os professores da LCN e o DA recepcionaram os calouros em sala de aula, apresentando o Curso, os docentes e as dependências do Campus.
Na quarta-feira, organizou-se uma “Roda de Conversa” com discentes egressos, contando suas trajetórias no curso assim como contribuindo com possíveis dúvidas dos ingressantes.
Na quinta-feira, os calouros participaram da oficina “Primeiros Passos: Conhecendo o Funcionamento do Site Institucional da Unipampa” ofertada pelo DA.
Na sexta-feira, ocorreu o Trote Sujo e no sábado pela parte da manhã, a “Adoção ao Canteiro” no município.
Todas estas atividades foram de suma importância para o acolhimento dos novos alunos que ingressaram em nossa Instituição neste ano de 2017. Assim como uma excelente oportunidade destes se conhecerem e participarem coletivamente das atividades que foram propostas.

 

Terça-Feira (07/03)

Quarta-Feira (08/03)

Quinta-Feira (09/03)

Sexta-Feira (10/03)

Sábado (11/03)

Feira Interestadual de Investigação em Ciências

Realizou-se em Erechim/RS, no dia 9 de junho de 2015, a Feira Interestadual de Investigação em Ciências, que faz parte do Projeto de Extensão Potencializando a investigação em Ciências Naturais no espaço-tempo da escola e da Universidade na Região Sul do Brasil. 

O presente projeto busca potencializar a investigação no espaço-tempo da sala de aula de Ciências Naturais, ancorado na pesquisa como princípio pedagógico na formação dos sujeitos envolvidos nos processos educativos , cujos resultados foram socializados por meio da realização das Feiras de Ciências Municipais e de uma Feira de Ciências Interestadual e Interinstitucional, envolvendo os estados do Paraná e Rio Grande do Sul, através da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) campus Realeza-PR e campus Erechim-RS e Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus Dom Pedrito-RS. Este projeto está vinculado a chamada MCTI/CNPq/SECIS/MEC/CAPES Edital n º 46/2013.

O Campus Dom Pedrito envolveu o quadro de docentes do Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza (LCN); Lisete Funari Dias (coordenadora), Janaina Carneiro, Jessie Sudati, Guilherme Cunha, Rafael Maurer, Maurícius Pazinato e José Vicente Robaina.

Acadêmicas da LCN envolvidas: Cristiane Alves, Cristiane Silveira e Juliane de Gregori (envolvidas como avaliadoras na Feira de Erechim) e Ticiane Osório.

Técnica Administrativa: Caroline Mainardi.

Todos os envolvidos participaram de todas as etapas do projeto desde 2014.

Acadêmica da LCN em Erechim/RS
Acadêmica da LCN em Erechim/RS
Estudantes e Professores da Rede de Educação básica de Dom Pedrito em Erechim/RS
Estudantes e Professores da Rede de Educação básica de Dom Pedrito em Erechim/RS
Representação de Dom Pedrito em Erechim  Escola Municipal de Ensino Fundamental  Bernardino Tatú Aproveitamento da Água da Chuva
Representação de Dom Pedrito em Erechim
Escola Municipal de Ensino Fundamental Bernardino Tatú
Aproveitamento da Água da Chuva

Discente do curso é premiado no VI SIEPE em Bagé

O discente Vitor Garcia Stoll foi premiado com o melhor trabalho na modalidade “Apresentação oral”, área Pesquisa no VI Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão (Siepe), ocorrido em novembro no município de Bagé.

Vitor apresentou o trabalho intitulado A Importância da Educação de Jovens e Adultos: a perspectiva da comunidade pedritense. Abaixo está o resumo completo da apresentação premiada.

O presente projeto de pesquisa tem por finalidade mostrar a visão dos moradores da cidade de Dom Pedrito-RS referente a modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os objetivos do trabalho foram identificar se a população reconhece a importância da modalidade EJA, traçar os pontos fortes e fracos da modalidade; constatar quais as motivações que levam os alunos a buscarem a EJA e; saber se a educação desenvolvida de forma sequencial é mais eficaz que a Educação de Jovens e Adultos, na visão dos moradores pedritense. Justifica-se esta pesquisa, pois muitos cidadãos usufruem da EJA, já que, na cidade a modalidade é oferecida no ensino fundamental e médio, tornando-se necessário pesquisar a importância que a EJA tem na visão dos pedritenses. Como metodologia utilizada, utilizamos um questionário qualitativo para obtenção de informações pessoais dos moradores da cidade de Dom Pedrito (sexo, idade, escolaridade, profissão, localidade em que mora e que tipo de ensino cursou) e suas opiniões a respeito da modalidade. Após a obtenção dos dados, foi criada uma planilha no Excel, digitadas as respostas dos questionários e criadas categorias para os aspectos positivos e negativos. No total, foram cento e oitenta e três questionários válidos, respondidos por pessoas de treze bairros. Destes, cento e vinte e sete eram mulheres e cinquenta e três homens, com idades compreendidas entre quinze e setenta e sete anos. Com a análise parcial dos resultados, notamos que, segundo a população, os principais aspectos positivos da EJA são a curta duração, a oportunidade de voltar a estudar e a conclusão de seus estudos. Quanto às fragilidades, a população acredita que, a modalidade, muitas vezes é ineficaz, superficial e forma o aluno fraco com baixo nível de conhecimento. De contraposição, quase 30% dos entrevistados indicaram direta ou indiretamente que a educação de jovens e adultos não possui aspectos negativos. Além disso, notamos que a população de Dom Pedrito conhece a EJA, porém nem todos sabem que a modalidade é disponibilizada para todas as séries da educação básica. Por ser noturno e de curta duração, os entrevistados acreditam que torna mais fácil a vida de quem trabalha, tem casa e/ou filhos para criar. As pessoas veem na EJA uma oportunidade para voltar a estudar, adquirir novos conhecimentos e crescer profissionalmente. No entanto, alguns acreditam que pelo curto prazo de duração, a qualidade do ensino pode ser comprometida se comparada ao ensino básico tradicional, pois os conteúdos necessários seriam estudados de forma mais rápida e simplificada, dificultando a assimilação por parte dos alunos. Mais do que instrumento de certificação, muitos enxergam na EJA a oportunidade de construção de conhecimento, de formação de cidadãos críticos e formadores de opinião. A pesquisa mostra elementos importantes para serem discutidos pelas escolas da cidade e serem repensados nos seus projetos pedagógicos. Neste sentido a pesquisa será disponibilizada para as escolas que oferecem EJA.

Vitor1

Professora do curso é premiada no XIX Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade de Cruz Alta.

O trabalho intitulado “Análise das ações da gestão administrativa escolar no processo de implementação dos tablets educacionais.”, fruto da pesquisa de especialização em Gestão Administrativa na Educação, de autoria da professora Franciele B. de O. Coelho, do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza, foi premiado como destaque de sessão, no XIX Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade de Cruz Alta. O evento ocorreu nos dias 04, 05 e 06 de novembro e a cerimônia de premiação dos trabalhos destaques, foi realizada no dia 03 de dezembro no campus da instituição promotora do evento.  A pesquisa buscou analisar as ações da gestão escolar de escolas públicas estaduais em um município da região noroeste do Estado, no processo de implementação dos tablets educacionais. Verificou-se na pesquisa, que após um período de seis meses da distribuição desses recursos didáticos e de formação docente inicial sobre os aspectos funcionais dos aparelhos, muitos professores ainda não haviam utilizado a ferramenta em suas atividades de sala de aula. Constatou-se também, que o número de ações desenvolvidas pelas equipes de gestão administrativa das escolas, não foram suficientes para que o recurso possibilitasse melhorias no processo de construção de conhecimento dos alunos. Porém, todas as gestões do contexto da pesquisa, pretendem desenvolver um maior número de atividades, para que os tablets educacionais sejam utilizados e, além disso, tenham suas potencialidades exploradas. Para tanto, é preciso avançar na formação docente inicial e continuada para o uso desse recurso. E esta realidade apenas será possível, quando a gestão administrativa escolar participar de forma efetiva nesse processo.Prof. Franciele